Política, cultura e generalidades

sábado, 20 de junho de 2015

Na exploração dos recursos naturais não renováveis, o egoísmo (também) dos países pobres

Resposta de Regina Ciommo para G1:

Obrigada André Trigueiro pela excelente resenha. O Papa Francisco é um verdadeiro líder, conectado com o nosso tempo, intelectualmente preparado e com sensibilidade e sabedoria, supera o mestre Francisco de Assis. Na verdade, nunca a humanidade compreendeu que dependemos todos uns dos outros, o egoísmo humano não tem limites. Não são só os países ricos que se recusam a mudar seus rumos, mas países pobres também, com o argumento de que "agora chegou a nossa vez". A exploração do pré-sal ilustra muito bem esse egoísmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário