Política, cultura e generalidades

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Disney deixando a política de boa vizinhança para trás (SPOILERS)

Comentários para Omelete:

O produtor Jeremy Latcham e a atriz Elizabeth Olsen explicaram como será a aliança inicial de Feiticeira Escarlate (personagem dela) e de Mercúrio com o vilão Ultron no início de Os Vingadores: Era de Ultron.

Segundo eles, Pietro e Wanda culpam o Ocidente - e os Vingadores - pela miséria e por sua condição no Leste Europeu. "Nossos personagens nutrem muita raiva, especialmente em relação a Tony Stark, e querem vingança", explica Elizabeth Olsen. "Nós encontramos Ultron e ele de certa forma prega a paz. E acredita no mesmo que nós, que os Vingadores criam destruição e que uma bomba de Tony Stark é o responsável pela morte de nossos pais." (Fonte: Omelete)

Ora, todos sabem que no passado o Tony foi fornecedor de armas dos Estados Unidos, que praticamente só tiveram governos intervencionistas e belicistas. O que gerou pelo mundo afora um antiamericanismo que não distingue o país e seu povo dos governos, e governos que são transitórios. Parece que querem colocar a Wanda e o Pietro nesse contexto de antiamericanismo, o que explica a participação deles naquele protesto no primeiro teaser trailer. Só que não será um antiamericanismo explícito. Tudo cairá pra cima do Tony e dos demais Vingadores.

Posteriormente os irmãos Wanda e Pietro mudam de lado e passam a integrar a formação dos Vingadores retratada neste filme.

Já vai longe a época em que a Disney aderia à política de boa vizinhança dos governos americanos. Não há mais Walt Disney para endossar coisas como o filme The Three Caballeros. É mais fácil agora a Disney evitar questionamentos ao governo chinês que ao governo americano. Mesmo na ficção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário