Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Novo CD do Rosa de Saron com tiragem maior que novo CD dos Titãs

Eis um retrato fiel do combalido mercado fonográfico: a tiragem inicial de dois CDs de bandas de rock brasileiras lançados pela mesma gravadora: a Som Livre. O CD Nheengatu, dos Titãs, saiu com tiragem inicial de 20 mil cópias. Já o CD Cartas ao remetente do grupo católico Rosa de Saron saiu com tiragem inicial de 30 mil cópias.

Ou então, vai ver isso é resultado da longa série de CDs medianos que os Titãs lançaram depois do Acústico MTV. Ou resultado da maior quantidade de fãs fiéis (fiéis em todos os sentidos) que o Rosa de Saron tem. Ou então é tudo isso ao mesmo tempo agora. Como diziam os Titãs em outro CD.

Por sinal, estou devendo uma resenha para esse excelente CD Nheengatu dos Titãs. Não é padrão FIFA. É bem melhor: padrão Cabeça Dinossauro e Titanomaquia. Fica para outro dia.

2 comentários:

  1. Sr. Marcelo Delfino,esse comentário não é referente à essa postagem;mas creio ser pertinente à situação da Educação Superior no Brasil:O Sr. soube do caso do evento no Campus da UFF em Rio das Ostras chamado "xereca satânica"?Foi um ato patético que explana a situação do nosso país,quando eu pensava que estávamos no fundo do poço esse pessoal "progressista" cava mais ainda.Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acompanhei as notícias sobre a tal "xereca satânica". São esses redutos universitários "pogreçistas" que formam os futuros líderes deste país, nas empresas, nos órgãos públicos, nas ONGs, etc. Daí percebemos por quê este país vai tão mal.

      Excluir