Política, cultura e generalidades

sábado, 25 de janeiro de 2014

Lambança histórica no JN: "A cidade (de São Paulo) comemorou seus 430 anos com mais de 500 solenidades. A maior foi um comício na Praça da Sé"


Quero cumprimentar a cidade de São Paulo pelos 460 anos de fundação comemorados hoje.

Aproveito para lembrar uma das maiores lambanças da história do Jornal Nacional cometidas contra aquela cidade e contra o país. No dia 25 de janeiro de 1984, houve um dos maiores comícios do movimento Diretas Já, aquele em que a população brasileira reivindicava eleições diretas para o cargo de presidente da República. Coisa que não acontecia desde 3 de outubro de 1960, dia da eleição do presidente Jânio Quadros. Depois houve a renúncia deste, a posse traumática do vice João Goulart sob um regime parlamentarista armado contra ele, a restauração do presidencialismo e, por fim, o golpe e o regime militar, sem eleições diretas para presidente. O comício do Diretas Já de 25 de janeiro de 1984 aconteceu de dia, na Praça da Sé, em São Paulo. À noite, o Jornal Nacional cismou de fazer uma matéria sobre o aniversário da cidade, inserindo o comício apenas como mais um dos vários eventos feitos conjuntamente com a comemoração dos 430 anos da grande metrópole. Uma descarada desinformação. Só depois é que informaram que o evento era em prol de eleições diretas para presidente da República.

A Carta Maior registrou assim a lambança global:

Quando a multidão ocupou a Praça da Sé, a Globo optou por maquiar o ato e alterar suas finalidades. No telejornal mais visto do país, o apresentador Sérgio Chapelin fez a seguinte chamada: “A cidade comemorou seus 430 anos com mais de 500 solenidades. A maior foi um comício na Praça da Sé”. A matéria que entrava a seguir, do repórter Ernesto Paglia, evidenciava os 30 anos da Catedral da Sé e os shows artísticos pelo aniversário da cidade. Só no finalzinho, o repórter dizia que as pessoas pediam a volta das eleições diretas para presidente, como se aquilo tivesse sido um rompante espontâneo no evento convocado para outros fins.

Enquanto isso, em outros canais de TV, até mesmo emissoras de grupos da base de apoio do regime de 1964 faziam ampla cobertura do Diretas Já. Inclusive se referindo ao comício de 25 de janeiro de 1984 pelo seu principal objetivo: a reivindicação de eleições diretas para presidente da República.

Quem quiser conferir a lambança global, pode conferir pelo vídeo abaixo, enquanto os homens de preto não tirarem o vídeo do YouTube. Quem tiver estômago, pode conferir também as desculpas globais para a cobertura do Diretas Já.

Nenhum comentário:

Postar um comentário