Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Detona, Ralph!


Resposta para Omelete:

Só assisti hoje (ontem) esse filme, agora que foi lançado na TV paga "premium". A nave-mãe Disney (digo nave-mãe, porque hoje há as subsidiárias Pixar, Marvel, Lucasfilm...) já fez muitas produções sensacionais e muitas bombas, também. Este é um filme sensacional. Disney aprendendo direitinho com a Pixar, mas sem deixar de ser Disney. Como este filme não é uma bomba, tem praticamente todos os lados positivos da Disney, alguns deles apontados pelos outros comentaristas.

Tem gente que critica o filme por ser infantil. Pombas! O filme É infantil! Não poderia ser diferente. Ruim seria se fosse um filme infantil idiota, e é praticamente impossível um filme infantil idiota fazer sucesso entre as crianças de hoje em dia. Esse filme consegue a aprovação de quem gosta de um bom filme, independente do gênero. Se for ver, muitos dos adultos que reclamam de Detona Ralph por ser um filme infantil tem como referência de 'filmes nerd' filmes da infância deles, como Star Wars e O Retorno de Jedi. Ambos filmes infantis! Apesar das inúmeras referências a outros gêneros de filmes.

Foi genial terem centrado a trama do filme no Ralph e na Vannelope. Cinematograficamente falando, a Disney sempre teve uma popularidade maior entre as meninas, por causa de franquias como as das Princesas Disney. Nos últimos anos, eles se voltaram para produções mais voltadas para os meninos, ao comprarem a Marvel e a Lucasfilm. Com o brutamontes Ralph e a doce e esperta Vannelope, esse filme agrada meninos e meninas simultaneamente.

SPOILER

Só para registrar: achei genial na cena final a Vannelope se recusando a ser uma princesa absolutista, pra governar o game Sugar Race como se fosse uma presidente de uma república constitucional. O pessoal da Disney anda com bom humor. Fazem ironia com um dos pilares do sucesso da corporação: as princesas das várias franquias que eles detém. E ainda dão uma discreta alfinetada política.

Nenhum comentário:

Postar um comentário