Política, cultura e generalidades

sábado, 14 de setembro de 2013

Não importa se a Folha assumirá participação no regime de 1964 ou não

Resposta para Altamiro Borges:

Não adianta, Miro. A Folha é tão queimada que não importa o que faça. Receberá críticas de qualquer maneira. Se não admitir sua participação no regime de 1964, diremos que as ideias do jornal sobre o assunto continuam as mesmas do dia do golpe. Se eles admitirem participação, receberão críticas dos contrários ao regime pela demora em assumir culpa (os críticos fizeram isso em relação ao editorial de O Globo) e também receberão críticas dos saudosos do regime. Aliás, até o Clube Militar soltou nota contrária ao jornal carioca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário