Política, cultura e generalidades

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Um Maracanã para torcer de fraque e cartola


A notícia virou chacota até no rádio carioca. O fato é que o consórcio que levou a concessão de operação do Maracanã para os próximos 35 anos pretende proibir que os torcedores entrem no estádio com mastros (até aqui, vá lá), bandeiras grandes e instrumentos musicais, e proibi-los de torcer de pé (tem que ficar sentados durante toda a partida) ou sem camisa.

Bem feito pra você, cidadão-contribuinte-otário que elegeu esse desgovernador que está aí, gosta de futebol e agora só poderá ir ao Maracanã (estádio praticamente demolido e reconstruído por mais de R$ 1 bilhão, conta que você otário pagou) se for para torcer como um lorde inglês do século XIX.

Vai ver, foi por isso que até agora o consórcio Maracanã fechou acordo de uso do estádio apenas com o Fluminense. Não será difícil convencer os tricolores a frequentarem o estádio de fraque e cartola. Para alegria deles, molambos ficarão definitivamente do lado de fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário