Política, cultura e generalidades

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Filho feio não tem pai nem mãe (4)

Estou acompanhando os comentários de diversos grupos políticos em torno das manifestações que estão acontecendo em todo o país desde a semana passada, a respeito do reajuste das tarifas de ônibus. Os governistas de esquerda acusam o movimento pacífico e os arruaceiros que se enfiam no meio de serem uma tentativa de enfraquecer um governo "democrático, de esquerda e popular" (o Governo Lula-Dilma), já pensando na sucessão presidencial de 2014. Os governistas também acusam os arruaceiros de serem pessoas ligadas à extrema direita também contrária ao Governo. A ultraesquerda, alguns direitistas assumidos e alguns conservadores assumidos acusam o Governo de planejar o fechamento do regime, em resposta às manifestações. Alguns direitistas e alguns conservadores afirmam ainda que o movimento pacífico e os baderneiros são instrumentos da esquerda para implantar um regime de ultraesquerda, mais à esquerda que o Governo Lula-Dilma. Pessoas da direita à esquerda criticam os manifestantes que impedem a participação de militantes dos partidos políticos já estabelecidos e de partidos da ultraesquerda não registrados. No meio disso tudo, ainda vejo gente de dentro e de fora da direita clamando intervenção das Forças Armadas. Só não explicam se querem as FFAA do lado do Governo ou contra ele.

Pela quarta vez neste blogue, digo que filho feio não tem pai nem mãe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário