Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 10 de junho de 2013

'A Privataria Tucana' na exposição do Martinho



Prezado Martinho da Vila

Não sei se você lerá isto um dia. Nem sei se conversaremos um dia. Mas deixarei isto aqui para registro. No sábado passado (8 de junho de 2013) vi um filme no Imperator e aproveitei para visitar a exposição dedicada à sua pessoa. Outro dia mesmo queria ter ido à sua apresentação "Sambabook", com você e convidados cantando suas músicas no palco, mas tive que ver em casa mesmo, pelo Multishow. Já disseram uma vez que os grandes artistas devem ser homenageados em vida. Você está tendo as suas homenagens, muito merecidas. E continuará tendo. E há de ter ainda muitos anos de vida e de carreira.

Entre os vários itens de sua exposição, havia uma réplica do seu extinto Butiquim do Martinho, e nele havia umas prateleiras e mesas com alguns de seus livros preferidos. E eis que encontro numa delas um dos meus preferidos: A Privataria Tucana, de Amaury Ribeiro Jr. Livro esse que trata de uma das maiores picaretagens da história política brasileira. Ultimamente tenho me aproximado para conversas políticas mais por afinidades de "o que nós somos contrários" do que "o que nós concordamos". Nós, por exemplo, somos contrários à privataria tucana. Não sei se você é contrário às privatarias dos outros partidos, mas nem quero debater isso contigo. Como eu disse antes, tenho me aproximado mais das pessoas politizadas mais por discordâncias em comum do que por concordâncias. Sabendo de suas posições político-partidário-ideológicas, não é por aí que nos aproximaremos. Mas se for para zoar a picaretagem nacional, quem sabe um dia possamos nos divertir batendo um papo animado com vários amigos nossos em algum botequim da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário