Política, cultura e generalidades

terça-feira, 28 de maio de 2013

Plebe Rude - Circo Voador - 25 de maio de 2013


Nove meses depois da última apresentação no Circo Voador (resenhada aqui), a Plebe Rude se apresentou novamente na casa carioca no sábado passado. Na verdade, no início da madrugada de domingo, porque quando eles entraram no palco, passáramos de uma hora da manhã. A banda fez uma apresentação com o pique lá em cima, com a mesma descontração e peso da anterior.

Desta vez, a banda não tocou o repertório completo do disco O Concreto Já Rachou (faltou a música Seu Jogo). Mas aqui tivemos algumas novidades. A maior delas é a inclusão de músicas do The Clash na apresentação, como I Fought The Law, London Calling e Should I Stay Or Should I Go. Philippe Seabra ainda anunciou que parece que viu um convite do Circo Voador para que o projeto paralelo Clash City Rockers (na verdade, a Plebe tocando ao vivo apenas músicas do The Clash) voltasse a se apresentar por lá, como fizeram há vários anos atrás. Anote-se também alterações na inclusão de músicas incidentais dentro de Proteção. Permaneceram Pátria Amada (dos Inocentes, a banda do Clemente, o outro vocalista e guitarrista da Plebe) e Selvagem (dos Paralamas). Desta vez, foi incluída a parte final de Faroeste Caboclo, a música que inspirou o filme homônimo no qual o próprio Philippe fez a trilha sonora. Há de se anotar que boa parte da produção do filme estava na plateia do Circo, prestigiando a Plebe.

A banda não apresentou nenhuma das músicas inéditas que estarão no novo CD que eles estão preparando. O motivo é que o disco não foi finalizado ainda. A finalização do CD foi atrasada, porque Philippe estava ocupado com o preparo da trilha sonora de Faroeste Caboclo (fonte: Whiplash). Foi por uma boa causa. Estamos aguardando o filme, também. E depois aguardaremos o novo CD da Plebe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário