Política, cultura e generalidades

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Já tem até lulo-dilmista dizendo que "nova classe C" deve muito e deverá ainda mais

Nisso que dá a população basear sua noção de bem estar (e a consequente aprovação do Governo Federal) na capacidade de participar vorazmente do mercado de consumo, mesmo sem ter lastro para isso.

Quem disse ""nova classe C" deve muito e deverá ainda mais" não fui eu. Foi o ator global José de Abreu. Caso ele apague a postagem dele, confira no blogue Governismo, a doença infantil.

Outros tuítes sobre o mesmo assunto aqui e aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário