Política, cultura e generalidades

sábado, 23 de março de 2013

Um país despreparado

Os eventos de ontem na Aldeia Maracanã são prova de que este país não tem condições de sediar Copa, Olimpíada, JMJ ou o que quer que inventem. Quando temos que ficar aliviados por ninguém ter morrido ou ficado mutilado ontem, é sinal de que a situação está feia. Não tratamos as primeiras etnias deste país como elas merecem e nem realizamos as obras do Maracanã e do entorno da forma que deveriam ser realizadas, com o custo que deveriam ter, dentro do prazo e nem com as prioridades que deveríamos ter, a maioria delas sem relação alguma com esses megaeventos.

Só quem ganha com essa história toda é a gangue do guardanapo.

Um comentário:

  1. Eu sou o primeiro a me opor ao governo Cabral e afirmo que houve truculência ontem, e por muita sorte não tivemos uma tragédia com a morte de um índio ou de um desses garotos malucos, porém os índios já tinham feito um acordo. Aquela manifestação ontem foi mais uma palhaçada desta esquerda velha que não consegue nem se reinventar. Continuam repetindo os mesmos jargões de sempre. Os mesmos métodos imbecis de sempre

    Vou dizer algo que eu estava guardando pra mim, mas depois de ter ouvido uma mesma opinião de um amigo socialista me sinto a vontade de externar esse pensamento. A verdade é que no íntimo tinha gente ali louca pra que um índio ou um desses militontos se ferisse ou até morresse. Sabe porque? Porque a esquerda precisa de novos mártires. Seus mártires antigos da luta contra a ditadura hoje muitos deles são mensaleiros condenados pelo STF. Só pode ser essa a justificativa para arriscar a vida de mulheres grávidas e de crianças.

    Sabe o que eles conseguiram ontem? NADA. conseguiram angariar a antipatia geral da população e mesmo daquelas favoráveis à causa dos indígenas, apanharam da policia e sofreram mais uma derrota.

    ResponderExcluir