Política, cultura e generalidades

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Ver e ouvir Celso Blues Boy ao vivo era uma experiência única

Nas últimas horas, surgiram internautas dizendo que quem nunca viu uma apresentação ao vivo do saudoso Celso Blues Boy perdeu muito. Não estavam falando de mim, poque tive a oportunidade de estar em uma apresentação ao vivo do grande mestre de blues nacional. Foi na época do lançamento do CD Indiana Blues (1996), aquele em que ele conta numa das faixas com a participação de seu ídolo e amigo B.B. King. Celso fez sua apresentação ao vivo no terraço do shopping Rio Sul. Aquela apresentação foi o suficiente para constatar que cada apresentação dele era uma experiência única. Não poderia haver um show de Celso Blues Boy igual a outro show dele. Além de ter sido um dos melhores músicos da história deste país (daqueles que não erram uma nota sequer), ele era um mestre do improviso. Consta que até mesmo algumas notas de seus discos de estúdio foram criadas na hora, no próprio estúdio.

Além do disco Indiana Blues, outro disco do Celso que tive a oportunidade de adquirir foi o disco cuja capa ilustra este texto. O disco Vivo de 1991 foi gravado ao vivo no lendário Circo Voador, palco fundamental na carreira dele. Ainda lançado durante a transição do vinil para o CD, a versão em compact disc possui faixas-bônus ausentes no LP. Este disco ao vivo pode ser a melhor pedida para quem quiser começar a conferir a discografia do grande blues man que acabou de partir, deixando uma multidão de fãs e amigos pelo país afora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário