Política, cultura e generalidades

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Lula e Dilma não perdem por esperar

Essa greve dos servidores públicos federais pode ter alguns excessos cometidos por uns e por outros. Como servidores sabotando serviços essenciais (até mesmo liberação de medicamentos e insumos de laboratório na Alfândega e na Vigilância Sanitária) e servidores reclamando de salários altos e fazendo greve, enquanto servidores abnegados dos escalões inferiores da federação (estados e municípios) ganham muito menos e mesmo assim se recusam a participar de movimentos grevistas.

No entanto, há de se reconhecer que são justas as reivindicações de boa parte dos grevistas federais. Lembrando que vários deles são eleitores históricos dos presidentes petistas que elegeram, quando é que os servidores se unirão e deixarão esses presidentes traidores se lascarem? Os presidentes não perdem por esperar. A corja governista dirá: "Vocês querem a volta deles (dos tucanos)?" Não dá vontade de sacanear, respondendo "sim"?

Quero realçar que não confio em partido registrado algum. Do DEM ao PCO. Senão virão as cavalgaduras traidoras me encher o saco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário