Política, cultura e generalidades

domingo, 1 de julho de 2012

107 FM de Petrópolis: Sai Furacão 2000, entra Igreja da Fé Renovada em Cristo


O contrato de arrendamento da 107 FM 107,1 de Petrópolis com a Furacão 2000 acabou ontem à meia-noite, e as negociações para a renovação não progrediram. Além deste fato, outro foi mantido a sete chaves pelos envolvidos no negócio. A 107 FM foi agora arrendada a contar de 1º de julho de 2012 pela Igreja da Fé Renovada em Cristo, do bispo Roberto Damasio, um dissidente da Igreja Mundial do Poder de Deus do apóstolo Valdemiro Santiago, segundo o texto que a internauta Mirna Marino Duarte publicou no Facebook:

Ele começou carreira na igreja de Valdomiro! "Anunciada a sua saída da Igreja Mundial do Poder de Deus em abril, o bispo Roberto Damasio, terceiro homem de confiança de Valdomiro Santiago, inaugurou dia 29 de maio sua própria denominação, a Igreja Mundial Renovada. Com o slogan “A glória desta segunda casa será maior que a primeira” a igreja está localizada no bairro Brás, em São Paulo, perto da Igreja Mundial."



Inicialmente a igreja se chamava Igreja Mundial Renovada, mas trocou o nome para Igreja da Fé Renovada em Cristo. O blogue Época Estado Brasil dá mais detalhes sobre a criação da igreja.

Segundo o radialista Ernesto Pina, a "nova" 107 FM arrendada pela Igreja da Fé Renovada em Cristo é toda automatizada com o programa Zararadio, e não deve durar muito. Ernesto gravou a transição entre Furacão 2000 e Igreja da Fé Renovada em Cristo, e colocou aqui. A igreja investiu dinheiro no arrendamento da 107, mas investe pouquíssimo na infraestrutura da rádio. Já houve um caso em que outro grupo evangélico arrendou a mesma 107, antes de ela virar "Furacão 2000 FM", e não ficou nem um ano na rádio.

Ao que tudo indica, essa "nova" 107 FM terá apenas músicas, orações e provavelmente cultos. E muitas dessas orações são gravadas pelo próprio Bispo Roberto.

Se cada nova igreja evangélica quiser ter seu próprio espaço no dial, ocuparão todas as rádios e ainda ficarão igrejas de fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário