Política, cultura e generalidades

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Kiss Rio operará com transmissores de 35 kW

Uma nota de esclarecimento é necessária, para colocar os leitores do blogue a par dos assuntos relativos à estreia da Kiss FM 91,9. Nossas fontes confirmam que a Kiss FM tem licença para operar a partir do Morro do Sumaré com classe e potência superiores à licença anterior para operar com 300 W a partir de São Gonçalo. As fontes divergem apenas em um ponto. A primeira a descobrir a classe de potência afirma que trata-se da classe E1. Mas outra afirma que a classe de fato subiu, mas que, a exemplo dos motoristas que fazem cursos para subir de classe de habilitação para dirigir veículos automotores, uma rádio não pode subir direto para o mais alto nível de potência. Tem que fazer uma escalada gradual, que pode até ser rápida (tipo 1 ano), mas que deve ser feita. Portanto, a rádio obteve licença para operar em alguma classe abaixo da E1. Pode ser E2, E3 ou outra.

As fontes convergem num ponto: a rádio comprou transmissores de 35 kW para operar a partir do Sumaré. E comprou um dos melhores modelos de transmissores do mercado, utilizado por várias outras rádios FM que já operam no Sumaré. Portanto, os amigos leitores podem esperar um som claro, forte e local nas áreas prioritárias que a Kiss FM pretende atingir: centro do Rio, Zonas Sul e Norte, Niterói e São Gonçalo (sede da outorga). É provável que a rádio seja sintonizada também com som local em boa parte da Baixada Fluminense.

ATUALIZAÇÃO: A Kiss FM pleiteava aumento de classe para A2, que equivale a uma potência de 30 kW. Mas algumas fontes informaram que a rádio conseguiu o triplo: a classe E1.

Texto original publicado no blogue Kiss FM 91,9 Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário