Política, cultura e generalidades

domingo, 3 de junho de 2012

Kiss FM já instalou os seus equipamentos de transmissão no Sumaré

Autor: Leonardo Ivo.

                            Torre da Kiss (torre da Tupi) marcada em seta vermelha (foto de 2007).
                                                           Torre da Kiss, à esquerda (foto de 2010).
                            Futura base da Kiss onde ficam os transmissores da mesma (fotos de 2010).


                                         Posição onde a futura se encontra (seta azul).


                                   Fotos da futura base da Kiss do Sumaré  tiradas em 2007.

       Conforme fontes nossas, a Kiss FM 91,9 MHz Rio de Janeiro finalmente conseguiu instalar os equipamentos no Sumaré. O local onde a Kiss está é a torre da empresa Torre Online (RH NET), onde estão alocadas a Rádio Tupi 96,5 FM e a Gospel 107,9, ou seja, no mesmo local onde um dia foi a torre e base da TV Record (TV Rio) e Rádio Imprensa. Curiosamente tudo dava a crer que ela ia usar o espaço da MTV (TV Abril) uma vez que esta  alugou o canal de TV digital 33 pirata para retransmitir o sinal Top TV, ex-Tupi TV, canal 57 de Niterói. Porém isso não aconteceu.
            Quanto ela entrar no ar, não há previsão, pois a mesma ainda está cuidando de parte burocrática  que ainda está muito crítica. Vale lembrar que tanto a estreia como o período de testes tem sido mantido em sigilo por parte da emissora que tem evitado divulga-los para a concorrência ou mesmo inimigos da rádio não a sabotem de novo. E por fim, o próprio contato com o pessoal da Kiss tem sido muito dificíl ultimamente, estes tem se tornado pouco ou simplesmente inacessíveis, justamente agora que estão com possibilidade de entrar no ar em breve.
        Agora, só um aviso. Torçamos para que a rádio dê certo. Nós aqui do blog ainda acreditamos no sucesso e no projeto da rádio mesmo o pessoal da Kiss agora se fechando para gente e para quem quiser obter dados da futura filial fluminense. Fomos solidários com a rádio desde o momento em que esta venceu a concorridissíma licitação do canal 91,9, e agora ela tem nos evitado, e também pessoal da imprensa especializada da mesma forma. Lembrando que como qualquer empresário, Paulo Abreu quer resultados e se a Kiss não der o que ele espera de resultado, programações de cabresto ou arrendamentos podem ocupar o lugar de nosso ainda querida rádio. Por isso torçamos pelo seu sucesso. E que venha a Kiss!

*Obs: Uma curiosidade: a Kiss faz parte do mesmo grupo que usa sem autorização o nome Tupi pertencente aos Diários Associados, o que se configura uma tremenda ironia, uma vez que ambas estão compatilhando a mesma torre e base, embora a torre não pertença a ambas, mas estas assim como várias empresas de telecomunicações alugam espaço na torre e na base da Torre Online, torre esta que um dia foi da Record quando esta era TV Rio nas décadas de 50 e 70.

Marcelo Delfino disse...

Quero agradecer ao Leonardo Ivo pela paciência e dedicação à causa do blogue, desde que começou a escrever aqui. Estamos vencendo pela paciência, pela persistência e até pela teimosia. Somos um blogue de ouvintes da Kiss, seja pela Internet ou futuramente no FM. Mas fazemos questão de mantermos independência. Somos ouvintes, não sócios (não ganhamos um tostão com a empreitada) nem funcionários. Mas não descartemos termos no futuro alguém da Kiss escrevendo para o blogue. Representaria a própria rádio neste espaço de ouvintes.

A realidade do que pode ser divulgado está aí no texto. Tem mais aquela coisa: que os ouvintes desse tipo de programação tratem de prestigiar a Kiss FM, pros caras da rádio terem o retorno que esperam. Senão ouviremos no futuro outras franquias nos 91,9 MHz. No Grupo Mundial mesmo não faltam: Top FM, Terra FM, Scalla FM... Fora a praga dos arrendamentos.

Textos publicados originalmente no blogue Kiss FM 91,9 Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário