Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Será que dublarão 'O Artista'?

Os estrupícios continuam implantando cada vez mais filmes e seriados gringos dublados na TV paga, muitas vezes sem darem o segundo canal de áudio original e as legendas opcionais (coisa fácil com a atual tecnologia da TV), fazendo a alegria dos que não querem ler legendas, por preguiça de ler (será que tem preguiça de ler livros?) ou, quem sabe, por não saberem ler nem em português, apesar dos "ENORMES" esforços governamentais para erradicar o analfabetismo. Assinantes e portadores de deficiência auditiva que precisam do recurso das legendas acabam se danando, com uma TV paga igualzinha à paupérrima TV aberta.

Vai que daqui a pouco os estrupícios que dirigem os canais de TV paga resolvem dublar até o filme O Artista, vencedor de cinco estatuetas do Oscar 2012, entre elas a de melhor filme e melhor ator para Jean Dujardin. Alegando que o povo não gosta de ler legendas.

É melhor eu ficar quieto. Vai que os estrupícios leem meu blogue e resolvem seguir a ideia...

P.S: Para a maioria dos cineastas americanos, parece ser mesmo a hora de voltar a fazer filmes mudos. Nos últimos anos eles não tem tido nada relevante a dizer.

6 comentários:

  1. O pior é que na propaganda da SKY, a dublagem é tratada como se fosse uma vantagem. Como se fosse melhor assistir dublado que com legendas.

    Agora eu pergunto: como vou avaliar a atuação de um artista (motivo da existência do Oscar), se estou ouvindo a voz de uma outra pessoa, geralmente com muito menos que 10% do talento do tal artista?

    ResponderExcluir
  2. Se bem que no caso do ator francês Jean Dujardin, deram o Oscar para o sujeito sem ouvir quase nada dele. Parece que ele fala uma frase ou outra só no fim do filme, quando este passa a ser falado. Quando o cara abriu a boca na cerimônia do Oscar, não falou coisa com coisa. Misturando inglês com francês e sotaque carregado sem parcimônia.

    ResponderExcluir
  3. Mas Oscar é prêmio comercial. Errado acreditar neste prêmio como "atestado de qualidade", como quase todo mundo faz. Os resultados não precisam ser levados a sério. As obras em si é que definem a própria qualidade, não um "atestado".

    ResponderExcluir
  4. Se o amigo Laranja leu meu comentário anterior, deve ter percebido que não dou 100% de credibilidade para o Oscar. Abs

    ResponderExcluir
  5. Marcelo, somos obrigados a admitir: a TV a cabo deu lugar para a TV ACABO.

    ResponderExcluir
  6. E Marcelo: somos minoria. Como vc acha que faremos as emissoras e operadoras colocarem as legendas e os SAP's em seus sinais?? Acho meio difícil isso.

    ResponderExcluir