Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Matrix é de esquerda? Não exatamente


Já escrevi um texto aqui no blogue: O mais próximo da esquerda que estou hoje é que tomei aquela pílula vermelha que Neo tomou com água em Matrix. Depois vi o que é de fato a Matrix: um sistema em que a esquerda e a direita se unem para dominar a população e subjugar a soberania nacional.

Só que nada na política é cientificamente preciso, nem tem apenas dois lados, como os extremistas gostariam que tivesse. De parte da esquerda, só compartilho da índole progressista. E, blasfemando em cima dos cânones da esquerda, afirmo que há também progressistas e conservadores na direita. Uma minoria, mas existente.

O blogue lulo-dilmista Tudo em Cima usa de retórica sofisticada para insinuar que Matrix é de esquerda. Ponto. O autor do blogue ainda insinua que tudo que seja vermelho é necessariamente esquerda e libertação, e tudo que é azul é o oposto. E ainda usa a famosa cena das mãos de Morpheus na argumentação.

"Se não acredita em mim, repare na cor da pílula que Neo deve tomar para sair da Matrix e na cor da que deve tomar se quiser continuar vivendo na ilusão... Preciso dizer mais?"

Como eu gosto de provocar os autores desses textos falhos, por melhores que sejam, mandei meus pitacos.

Gostei do texto.


Se bem que a Coca-Cola, o Santander, o Bradesco, o América carioca, o Inter de Porto Alegre, o Partido Colorado do Paraguai e o Partido Republicano dos EUA também são vermelhos. Mas não tem nada de esquerda neles. Muito pelo contrário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário