Política, cultura e generalidades

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Miriam Leitão surpreende em "talk show" da CBN

Pela primeira vez, fui ontem num talk show (Mudem o nome dessa joça! É debate, pombas!) da CBN, no teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro, com o tema: Um balanço dos últimos 20 anos da economia brasileira e os desafios para os próximos 20. Para o debate, foram convidados dois comentaristas da rádio: Miriam Leitão e Carlos Alberto Sardenberg, tendo a âncora Carolina Morand como mediadora do debate. Trata-se de um programa de rádio gravado em teatro, com plateia. Segundo Carolina Morand, o debate será transmitido na rádio no próximo sábado, e será arquivado em www.cbn.com.br.



Esse tipo de evento é positivo, para aproximar os radialistas dos ouvintes. Já houve muito mais desse tipo de evento, na história do rádio carioca. Hoje são poucas as rádios que fazem isso, infelizmente.

O evento começou com uma banda tocando a nova versão do tema da rádio, em sua versão de 20 anos. Aquela coisa gostosa de ouvir, com improvisos típicos de bandas de jazz. Pena que a própria rádio não se preste a tocar uma música inteira na programação normal...


No debate em si, Carlos Alberto e Miriam fizeram aquela análise dos últimos 20 anos da economia brasileira que eles já fazem na própria rádio e em outros veículos das Organizações Globo. A análise do que pode acontecer nos próximos 20 anos seguiu a mesma linha. Quem concorda com eles, continuará concordando. Quem discorda, discordando continuará.




A surpresa da noite foi Miriam Leitão durante a discussão sobre o futuro da economia brasileira. A certa altura, ela demonstrou sua crença no investimento na educação como solução. Ainda disse que é necessário que a educação pública atinja o mesmo nível de qualidade das escolas privadas. Surpresa mesmo foi Miriam Leitão dizer, sobre o papel do Governo na economia futura do Brasil:

"Eu não confio no Governo. Confio em nós".

O nós aí se referia à população brasileira em geral.

Esse tipo de coisa (Eu não confio no Governo) raramente é dito no ar por radialistas, mesmo na CBN. Concorde-se ou não com Miriam Leitão, ela foi muito transparente e ousada nessa declaração. Os ouvintes de rádio estão ficando fartos de radialistas que omitem seus posicionamentos, fingindo uma imparcialidade que, a rigor, não existe em lugar algum. No entanto, ela que aguarde a resposta das dondocas progressistas, principalmente depois que o programa for ao ar...

Sobre o confio em nós, isso combinado à frase anterior me deu outra visão sobre Miriam Leitão. Ainda tenho objeções, agora sem mais predeterminações. Ela já fez muitas análises com as quais discordei. Só que eu estou há mais de dois anos escrevendo essas coisas em meu blogue: Eu não confio no Governo. Confio em nós. Confio na população brasileira e em sua capacidade realizadora e em sua vontade de acertar e melhorar. Obviamente, minhas razões para essa crença são ideologicamente muito diferentes das de Miriam Leitão. Mas fique aqui o registro positivo.

O debate terminou com a volta da banda jazzística executando novamente o tema de 20 anos da CBN, com Carolina Morand e os debatedores permanecendo no palco. Depois do fim do programa, Carlos Alberto e Mirian ainda ficaram para conversar com ouvintes. Miriam também autografou exemplares de seu mais recente livro, A Saga Brasileira.



Nenhum comentário:

Postar um comentário