Política, cultura e generalidades

sábado, 27 de agosto de 2011

O cenário político pós-DEM e pós-PSDB

Respostas para Com Texto Livre:

Não sei se comemoramos ou lamentamos isso, Zé Carlos. Não sei se comemoramos a morte do demo-tucanato ou se lamentamos a velha lógica autorrenovadora do 'liberalismo corporativo' (o pessoal da CBN adoraria essa expressão): se uma peça do processo não é mais eficiente, troca-se por outra. Por exemplo: troque-se o PSDB, o DEM e o PPS pelo PSD e por esse monte de partidos da direita lulo-dilmista.

zcarlos disse...


A direita está sem rumo e o pior é que não apresenta nenhuma proposta alternativa: o único plano que tem é a aplicação de políticas neoliberais já falidas em toda parte.

Marcelo Delfino disse...

Se bem que essa direita neoliberal é a que está na base do Governo fazendo chantagem pra cima da presidenta. Eles até aceitam a defenestração de um ou outro nome, esses que Dilma está excluindo do Governo. Vão-se os aneis, ficam os dedos. E olha que eles conseguirão apoio de Lula e Dilma para a eleição de seus próprios candidatos para outros cargos (que não presidente da República). Aguarde as eleições de 2012, especialmente no Rio de Janeiro, que você verá que os neoliberais tem Lula e Dilma. Não precisam mais do PSDB e do DEM. O suco acabou? Joga-se o bagaço fora.

zcarlos disse...


Esses são fisiológicos, pra eles tanto faz esquerda ou direita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário