Política, cultura e generalidades

sábado, 13 de agosto de 2011

Filme 'Rio' não tem ônibus padronizados

Para desgosto do prefeito Eduardo Paes, os ônibus municipais mostrados no Rio (filme americano de 2011 dirigido e escrito pelo brasileiro Carlos Saldanha) não tem aquele horrendo visual padrão de caixa de remédio, inventado pelo alcaide carioca. É possível ver numa das cenas um ônibus azul, branco e preto com número de ordem 47566, o que pode ser uma referência clara a algum antigo visual dos ônibus da Viação Redentor. Aqui coloquei duas fotos da cena. O mesmo ônibus aparece à direita, na primeira foto, e à esquerda, na segunda foto.

Ok, o visual caixa de remédio só começou a chegar às ruas em novembro de 2010, quando o filme já estava provavelmente quase todo gravado. Mas e daí? Não deixa de ser uma derrota para esse bando de busólogos que defendem esses ônibus padronizados que confundem os passageiros, já que os ônibus de todas as empresas integrantes de um dos quatro consórcios municipais do Rio estão ficando todos com a mesma pintura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário