Política, cultura e generalidades

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Os partidos pontocom

Sabemos que esses partidos políticos que estão aí registrados do TSE viraram há anos balcões de negócios. Da extrema-direita à extrema-esquerda. Mesmo quando os negócios tem a decência de não envolver dinheiro, envolvem no mínimo perda de valores positivos ou a adoção de valores negativos. É comunista fazendo acordo com ruralista, é direitista achando lindo os elogios da presidenta a FHC, é partido de direita representando o Consenso de Washington, é partido de esquerda representando o Foro de São Paulo, é partido programático abrindo mão de seu programa, é a esquerda e a direita unidas na pilhagem da Copa 2014 e da Olim Piada de 2016...

Os portais oficiais desses partidos na Internet costumam ser registrados com endereços .org.br, como se fossem organizações sem fins lucrativos. Mas como são ONGs com alta rentabilidade e às vezes com objetivos implicitamente comerciais, deviam se registrar com endereços pontocom. Por exemplo: pt.com.br, pcdob.com.br, psdb.com.br, dem.com.br, pmdb.com.br (esse, então, faz negócio com todos os governos), e assim por diante.

Só que o PC do B e o DEM estão atrasados. O endereço pcdob.com.br já foi registrado por uma empresa de anúncios classificados, e o endereço dem.com.br foi tomado por hackers. Coincidência ou não?

Nenhum comentário:

Postar um comentário