Política, cultura e generalidades

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Milton Jung ataca bandalheira da educação no Governo Federal e nos governos tucanos paulistas

Outra da CBN. E esta também é positiva. A CBN ganhou muito quando seu fundador Heródoto Barbeiro foi levar suas bravatas para a Record News e a rádio foi obrigada a colocar, às pressas, o jornalista Milton Jung no posto de apresentador do Jornal da CBN 1ª Edição. Milton Jung está se saindo melhor do que Heródoto jamais foi.

Ontem mesmo, Milton fez ataques à bandalheira no Ministério da Educação e na Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, que autorizam a compra e a distribuição de livros didáticos com erros crassos. Há erros em livros de português e de matemática que os governos tucanos paulistas autorizam. Há erros também nos livros autorizados pelo Ministério. Desde coisas bisonhas como "Os livro ilustrado mais interessante estão emprestado" e "preconceito linguístico", a tentativa de vetar a leitura de livros de Monteiro Lobato, até erros em tabuadas de livros destinados a escolas rurais.

Jornalista bom é assim mesmo: não dá pesos diferentes para atos semelhantes em função de seus autores. Dá o mesmo destaque.

Olha que nem estou colocando aqui o uso político-partidário que os dois governos tem feito de provas e de livros didáticos para exaltarem a si mesmos e atacarem a oposição. Mas até hoje ninguém superou a aula magna do professor (???) José Serra, que eu citei no blogue anterior há alguns meses atrás.

Nenhum comentário:

Postar um comentário