Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Até William Waack detectou blogosfera independente!

Foi esta a grata surpresa de sábado à noite, na edição inédita do programa de debates Globo News Painel, da Globo News. O jornalista neoliberal William Waack é mediador do programa, que nesta edição tratou dos atuais partidos políticos brasileiros. Ele disse, com todas as letras:

"Muita gente no Brasil se ressente, a gente detecta isso na blogosfera, por exemplo, já se fala na oposição oficial, a dos partidos, e da oposição real (grifo nosso), assim caracterizada como uma oposição de indivíduos que não se sentem representados por nenhum dos partidos, mesmo os de que se dizem de oposição. Esse é um fenômeno ampliado ou ele se restringe a isso que nós aqui somos? Por exemplo: nós somos uma elite discutindo talvez só para uma elite".

Os outros debatedores fugiram desse fenômeno ampliado (nas palavras de Waack) e enveredaram pela dualidade PT-PSDB que empesteou a política brasileira desde os anos 90. Como se não houvesse uma legião de brasileiros prontos para romper com essa dualidade da direita e da esquerda neoliberais e fisiológicas, que fazem a política bem ao gosto dessa elite da qual Waack disse fazer parte.

Mas é sintomático que o jornalista William Waack (também âncora do Jornal da Globo) tenha detectado o fenômeno ampliado da blogosfera realmente independente. Independente do PT, independente do PSDB, independente do neoliberalismo, independente do esquerdismo e independente do fisiologismo.

Tem nada não. Nós estamos crescendo. E um dia não apareceremos apenas em uma acanhada (e apreensiva) constatação de um jornalista neoliberal de uma TV paga noticiosa voltada para as classes alta e mérdia. Aliás, só o fato de a blogosfera independente estar crescendo e aparecendo na Internet mete medo nessa cambada.

A propósito: a constatação de William Waack está na parte 2 do programa. A parte 1 está aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário