Política, cultura e generalidades

domingo, 6 de março de 2011

É preciso ser de direita para reconhecer os males do Carnaval?

Resposta para Com Texto Livre:

Até parece que tem que ser de direita para reconhecer as mazelas do Carnaval. Cada uma que me aparece...

Não comentarei mais este post, senão vou arrumar problema com um grande debatedor e blogueiro que acompanho há tempos.

Nem faço questão de que todos concordem comigo. Só gostaria que me entendessem. Sou a favor da liberdade de expressão para todos, mesmo de quem discordo. Eu mesmo nesta semana gostei desta paraibana corajosa (não acredito que ela dure muito em seu emprego na afiliada do SBT), e ao mesmo tempo combati a decisão da Rede Globo de encerrar o seriado Aline. Era a única coisa bem escrita na dramaturgia daquela emissora. Mas acho que o seriado era avançadinho demais para os reacionários da família Marinho. Foi um milagre o seriado ter ido além do especial de 2008... Consta que os Marinho não gostaram do suingue que NÃO aconteceu no episódio Aline na Estrada (24 de fevereiro) nem de o casal gay do seriado (Pipo e Rico) ter adotado uma neném no fim do episódio do último dia 3.

Enquanto isso, o BBB continua no ar. E deve continuar pelo menos até 2020.

Devíamos nos preocupar mais com o Tea Party invadindo o PiG que com o que diz uma âncora de TV da Paraíba.

Ah, já tou vendo os críticos dizendo que a Rachel “deve ter tido um amor desses de carnaval, e se frustrado”.

Pensamento tipicamente machista.

3 comentários:

  1. Imagino a elegante apresentadora lendo este editorial caso a referida emissora tivesse direitos de transmissão do carnaval...isso parece mais discurso de perdedor. E olha que eu passo longe da maior festa brasileira...

    ResponderExcluir
  2. Não é discurso de perdedor. É independência do carnaval.

    ResponderExcluir
  3. Para reconhecer os males do carnaval basta ter um pouco bom senso. Coisa que falta à grande maioria da esquerda e da direita.

    Alias, quem tem bom senso de verdade sequer se diz parte de uma das duas vertentes. Pega até mal.

    ResponderExcluir