Política, cultura e generalidades

quinta-feira, 31 de março de 2011

Para Record News, Golpe de 1º de Abril de 1964 foi no dia anterior



Foi o que eu ouvi agora, num jornal da Record News. Assim como a concorrência, eles também dizem que o golpe de 1964 foi no dia 31 de março (ou seja, há 47 anos), não no dia 1º de abril, data verdadeira, mudada a fórceps pelo regime militar.

Mas as dondocas progressistas não chamarão a Record News de PiG, não é mesmo?

Quem ouve tanta notícia?

CBN, Band News FM, Jovem Pan AM, Estadão ESPN, Record News FM...

Vem cá. Vocês não acham que é rádio ouníus demais pra pouco ouvinte? O Rio só tem a CBN e a Bândi Níus e as duas penam lá nas posições intermediárias no Ibope de FM. E a CBN tá em quarto no Ibope de AM, mas em quarto num dial onde só quem tem audiência e faturamento alto são as rádios Globo e Tupi.

Caetano Veloso já dizia nos anos 60 (!): "Quem lê tanta notícia?"

Hoje eu pergunto: quem ouve tanta notícia?

Até mesmo porque nem tem tanta notícia assim na pauta desses grupos oligopolistas, sejam o grupo Record-IURD ou os grupos famigliares. Tanto que a pioneira CBN costuma ser chamada de a rádio que repete notícia.

Só o faturamento explica essa proliferação das ouníus. As tabelas de anúncios delas são estupidamente altas, e jabá noticioso dá mais grana que jabá musical, já que as gravadoras estão quebradas.

Texto publicado originalmente na comunidade Dial AM e FM do Rio de Janeiro.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Uivando contra a mediocridade reinante

Resposta para Mingau de Aço:

Lobão não é essa imagem maligna que criaram para ele. Nós não somos obrigados a concordar ou discordar de coisa alguma do que ele canta, escreve ou diz. Mas devemos reconhecer que Lobão é do tipo de gente que só faz mal, no máximo, a ele mesmo. Como já foi dito naquela música Mal Nenhum, escrita em parceria com Cazuza.

Pedro Alexandre Sanches é do tipo de gente que jamais entenderá posicionamento algum do Lobão.

Lobão tem vários posicionamentos políticos que eu tenho: não confia no direitismo nem no neoliberalismo, mas também não reconhece na esquerda algo que seja uma alternativa confiável. Só que Lobão não faz questão de seguir alternativa política alguma, enquanto eu estou procurando uma alternativa.

Lobão é um sujeito contestador, mas não é do tipo "ser do contra, sempre!". Ele tem senso crítico, só isso. Pois até as boas alternativas precisam passar por uma depuração, para sabermos até quando e onde são boas, mesmo. Eu li toda essa biografia do Lobão. Ele se dizia "de direita" durante o regime militar pra afrontar aqueles bicho-grilos incapazes de formular alternativas para o sistema político e cultural daquela época. Lobão tinha (e ainda tem) independência para mostrar posicionamentos diferentes. Como naquela vez em que ele afrontou a lei eleitoral e pediu votos ao vivo para Lula no segundo turno da eleição presidencial de 1989, após as 17h, no Domingão do Faustão, quando a votação ainda acontecia nos estados dos fusos horários a oeste de Brasília. Mas isso não fez do Lobão um esquerdista. Da mesma forma que hoje se dizer lulo-dilmista não faz de ninguém um esquerdista, progressista ou coisa parecida. Vide Sérgio Cabral Filho e Eduardo Paes.

Lobão tem feito críticas à esquerda brasileira de hoje. Mas não com uma visão neoliberal ou direitista, como as dondocas progressistas chamam qualquer voz discordante. Ele critica a esquerda por ela mesma. Por ela ter se esgotado, por ter se tornado um fim em si mesma e por manter vários esquemas apodrecidos de dominação e poder. Não adianta nada a esquerda brasileira ter chegado ao poder e se contentar em ter feito apenas avanços sociais.

Texto original de Alexandre Figueiredo:

CAETANO VELOSO, PEDRO ALEXANDRE SANCHES E LOBÃO


Existem as "vacas sagradas" da MPB. Correto. Existem também as do Rock Brasil. Tudo bem. Mas existem também as "vacas sagradas" da Música de Cabresto Brasileira, aquilo que você, caro leitor, entendia como "aqueles sucessos do povão", seja de que tendência ou região for.


Mas existem também as "vacas sagradas" da intelectualidade. E existe o esquema de compadrio, de troca de elogios, de troca de favores, de troca de privilégios.


Um dos críticos farozes da mediocridade cultural brasileira, que se apoia nesse clientelismo todo, é o músico João Luiz Woerdenbag Filho, conhecido como Lobão. Ex-baterista do Vímana, ex-baterista da Blitz, ex-líder de Lobão & Os Ronaldos, amigo-testemunha de Cazuza, Júlio Barroso e Cássia Eller, ex-editor da revista Outra Coisa, ex-apresentador da MTV.


Lobão - cuja diferença etária ao sisudo empresário Eduardo Menga é exatamente a mesma que o blogueiro Marcelo Delfino tem em relação a mim, de quatro anos - nasceu há 54 anos e divulga a biografia que ele escreveu sob o apoio de pesquisa do jornalista Cláudio Júlio Tognoli. O livro se chama 50 anos a Mil.


O polêmico roqueiro já havia superado a falha que cometeu na revista Outra Coisa, quando acolheu o funqueiro Mr. Catra (concorrente do MC Créu metido a "difícil"). O funqueiro logo deixou cair sua máscara quando, vendendo a falsa e inexistente imagem de "sem mídia", não era mais do que um queridinho das Organizações Globo.


Recentemente, as almas-gêmeas Caetano Veloso e Pedro Alexandre Sanches haviam feito comentários sobre a biografia de Lobão. Sanches havia entrevistado o roqueiro em mais de uma oportunidade. Uma delas, no programa Roda Viva, da TV Cultura.


Pois o colunista-paçoca havia também, em outra entrevista, perguntado se Lobão era de direita, e se não me engano Pedro ainda estava na Folha de São Paulo, e, portanto, não era o "esquerdista profissional" de hoje em dia. Lobão respondeu que não é de esquerda nem de direita e apenas disse nos tempos de escola que era "de direita" só para provocar os colegas envolvidos na chamada "esquerda festiva" (na qual, ironicamente, PAS tenta hoje se enquadrar).


Na sua coluna na Caros Amigos, Sanches havia feito uma longa resenha sobre a biografia de Lobão. Num misto de admiração e crítica, Sanches não esconde seu incômodo quando cita que o Lobão expressa sua aversão às "vacas sagradas da MPB". Mas é uma postura dúbia, já que Sanches também se incomoda com o status quo dessa mesma MPB, cuja sigla o jornalista expressa um claro desdém.


Afinal, sabemos, o colunista-paçoca segue a orientação corporativista da intelectualidade festiva, que se baseia na atitude clientelista de apoiar e defender a hegemonia da Música de Cabresto Brasileira.


Quanto a Caetano Veloso, que pelo seu estilo de escrever é "mentor" ideológico do estilo de Pedro A. Sanches, foi curto e grosso no comentário sobre a biografia de Lobão, naquela eventual irritabilidade do cantor baiano quando ele e seus aliados são criticados (no caso, foi a irmã dele, a cantora Maria Bethânia, pivô de um caso de financiamento milionário de verbas públicas para um simples blog de poesia).


Disse Caetano sobre Lobão, jogando farpas também contra Tognolli, que difundiu a expressão "máfia do dendê" que Paulo Francis há anos havia criado:


"Toda a grita veio com o corinho que repete o epíteto "máfia do dendê", expressão cunhada por um tal Tognolli, que escreveu o livro de Lobão, pois este é incapaz de redigir (não é todo cantor de rádio que escreve um Verdade Tropical (a história da tropicália escrita por Caetano)".


Lobão não se silenciou com o comentário de Caetano e, simplesmente, respondeu em seu Twitter que está tranquilo, afirmando ainda que foi ele quem escreveu o livro: "Mas isso já está ficando muito chato: quem escreveu o texto de 50 Anos a Mil fui eu, e o Tognolli fez a pesquisa da mídia e ponto".


Na entrevista ao Le Monde Diplomatique, em dezembro do ano passado, Lobão havia feito comentários contra o "sertanejo universitário", que ele definiu como um exemplo de acomodação cultural da música brasileira de hoje. Mas, em outras épocas, ele havia feito críticas a Ivete Sangalo, Alexandre Pires e outros ícones popularescos.


É o roqueiro Lobão se lançando contra os carneirinhos do entretenimento popularesco brasileiro e à burocracia clientelista da "MPB burguesa".

terça-feira, 29 de março de 2011

Arnaldo Jabor: "A imprensa tem preenchido espaços vazios e virou um tipo de 'Ministério Público'"

Esta gravação é da coluna de ontem de Arnaldo Jabor na CBN.

Pelo menos ele assume o que a grande imprensa faz.

Ficar do lado de quem? Do lado das dondocas progressistas e seu governo de larápios da extrema direita à extrema esquerda? Ou do lado desse PiG, que só faz denúncias quando convém politicamente?

Me mantenham fora dessa.


Link direto

Feliz 2011! O BBB 11 acabará hoje!

Tem gente que diz que o ano no Brasil só começa depois do Carnaval. Atualmente, prefiro dizer que só começa depois do fim desse famigerado Big Brother Brasil, ou Big Bosta Brasil, como eu prefiro chamar.

Nesta época do ano, milhões de otários, bocós e inocentes úteis acompanham aqueles trastes enfiados naquela casa cenográfica do Projac e encontram graça nas lorotas ditas pelo sr. Pedro Millenium Biau. Até mesmo conhecidos meus (gente boa de verdade) acompanham essa big bosta com assiduidade. E não falo só de parentes próximos.

De qualquer forma, amanhã todos voltarão ao mundo real e, pelo menos até o início do BBB 12, colocarão suas mentes em coisas realmente importantes.

Ou não?

segunda-feira, 28 de março de 2011

Obras no Brasil para a Copa 2014 estão atrasadas

Resposta para Mingau de Aço:

Ah, é óbvio que as obras atrasariam. Senão, como os cretinos petralhas e os demo-tucanalhas (considerando que demo-tucanalhas governam São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Norte) justificarão os estouros de orçamento das obras?

De qualquer forma, pode estar se aproximando a realização de dois de meus sonhos: a FIFA mandar a Copa 2014 pra bem longe e não dar tempo pra seleção brasileira disputar as eliminatórias. Brasil fora da Copa 2014? Sonho possível! Galvão Bueno e outros aliados do culto verde-amarelo-futebolístico terão que encher o saco em outra freguesia.

A razão pela qual a barreira de proteção da frente do palco do Iron Maiden rompeu, ontem

Os picaretas que fizeram a infraestrutura amarraram as grades umas às outras com plástico! Putizgrila!

E ainda vem jornalistas sensacionalistas e a imprensa jagunça botando a culpa nos fãs, que pagaram caro para estarem lá.

Fonte: Whiplash.

Iron Maiden continuará vindo ao Rio

Resposta para Whiplash:

Tem uns patetas dizendo que o Iron Maiden não vem mais ao Rio por causa deste incidente causado por uns picaretas que botaram no bolso todo o dinheiro dos ingressos e não colocaram infraestrutura adequada. A Donzela continuará vindo ao Rio. Eles mesmos fazem questão de vir. Como o Midnight Oil, que tocou há alguns anos no Maracanãzinho e teve o desprazer de saber da morte de um fã que caiu num vestiário alagado e foi eletrocutado. A banda voltaria mais uma vez ao Rio, em 1997, naquela casa de shows que vive mudando de nome, lá no shopping Via Parque.

Grades quebram e show do Iron Maiden no Rio foi adiado para hoje

Quem foi lá está comentando nos fóruns que a infraestrutura colocada pelos organizadores para o show da banda era precária, a começar pelas grades insuficientes. É muita falta de respeito com o distinto público.

Fonte: Whiplash.

Iron Maiden: show no Rio de Janeiro cancelado


Por Haggen Kennedy e Jairo Cezar | Em 27/03/11


Devido a uma quebra da barreira de proteção que separava a Pista Vip do palco, o show do IRON MAIDEN no Rio de Janeiro foi paralisado com menos de 2 minutos de apresentação. O show foi remarcado para a segunda feira.


Não houve feridos graves. E dada a gravidade do problema a situação se manteve relativamente tranquila.


Na primeira música, nos primeiros versos de Bruce Dickinson, a grade começou a ceder. Os repórteres, cinegrafistas e outros que estavam na frente da grade correram para os lados antes que a mesma desabasse. Um cinegrafista oficial do Iron Maiden subiu com o equipamento no palco e correu para o fundo. A grade inteira cedeu de vez, e o público colou no palco.


Bruce parou de cantar e a banda continuou tocando sem os vocais. Enquanto o instrumental seguia Bruce fazia gestos e pedia que o público recuasse.


Enquanto os seguranças tentavam consertar a grade e pediam que o público recuasse (no que não eram atentidos), Bruce com um gesto de "cortar a garganta" com a mão indicava que o show não poderia continuar. Pessoas do público tentavam subir no palco.


Bruce informou que a grade havia quebrado e voltariam em 10 minutos assim que a grade fosse consertada. Produção e seguranças tentavam sem sucesso recuar o público para que a grade fosse colocada de volta no lugar. Mas o público não recuou; os que estavam na frente queriam ficar na frente. Após cerca de 20 minutos o empresário Rod Smallwood veio ao palco, de início sozinho, e depois com uma tradutora, pediu paciência, e novamente, que o público recuasse para que o show pudesse continuar. Após algum tempo Bruce retorna com uma tradutora e informa que não havia como continuar o show sem a barreira.


A impressão de alguns dos presentes era de que a pista vip do HSBC arena ocupava mais de metade da área disponível.


Enquanto a maior parte do público saia do local calmamente, alguns quebraram roletas e instalações, inclusive parte do teto de gesso do HSBC Arena. Também houve tumultos nas imediações da Arena.


Fotos do local estão disponíveis no link abaixo.

http://www.ironmaidenbrasil.com.br/2011/03/rio-2011-show-cancelado.html

Fonte: Whiplash.

Iron Maiden: show do Rio de Janeiro remarcado para segunda
Em 27/03/11


O texto abaixo foi publicado no site do HSBC Arena e no site oficial do Iron Maiden.


O show do Iron Maiden na HSBC arena que aconteceria hoje, domingo, dia 27, foi adiado para segunda-feira, dia 28 de março, às 21h, por problemas técnicos com a montagem da barricada em frente ao palco.


Essa decisão foi tomada em conjunto pelo staff da banda e pela HSBC Arena por ser prioridade de ambos a segurança dos fãs.


A banda irá permanecer no Rio de Janeiro mais um dia para poder realizar o show e não deixar de fora a capital carioca nesta parte da turnê.


Todos os fãs poderão entrar no show de segunda-feira com os mesmos comprovantes dos tickets do show de hoje.


Os que não puderem comparecer ao show de amanhã poderão solicitar o reembolso a partir do dia 4 de abril:


Os que compraram ingressos na bilheteria da Arena e nos demais pontos de venda deverão se dirigir à bilheteria com os comprovantes dos tickets a partir do dia 4 de abril para o reembolso.


Os que compraram ingressos através do Call Center e da Internet, deverão entrar em contato com sac@livepass.com.br ou pelo telefone 4003 1527, munidos dos comprovantes dos tickets, também a partir do dia 4 de abril, para a solicitação do reembolso.


A banda naturalmente está consternada pelos fãs que não poderão retornar amanhã e promete um grande show para os que puderem comparecer.


HSBC Arena e a banda agradecem aos incríveis fãs por entenderem a dificuldade da situação e por sua colaboração. O Iron Maiden está ansioso para fazer um grande show amanhã!


Abertura dos portões: 18h30
Show de abertura Banda Shadowside: 19h30
Show Iron Maiden: 20h30


Informações para o PÚBLICO em geral: hsbcarena@hsbcarena.com.br
Informações para a IMPRENSA: http://www.mediamania.com.br/ / mediabox@mediamania.com.br

Fonte: Whiplash.

Iron Maiden: mais detalhes sobre a quebra da grade no Rio
Em 28/03/11


Segue uma transcrição aproximada do diálogo de Bruce Dickinson com o público após o colapso da grade que separava a pista vip do palco no show do Rio de Janeiro.


De início, ele disse: "Hey caras, por favor, acalmem-se. Todos, dêem um passo para trás. A grade quebrou, e é perigoso. Não queremos ninguém ferido."


A banda então parou de tocar e Dickinson explicou que continuariam o show em 10 minutos depois que a grade fosse reparada. Depois de 20 minutos as vaias se tornaram mais audíveis enquanto o público começava a perder a paciência.


Bruce retornou ao palco para dar as más notícias. "A grade quebrou completamente. Não queremos ninguém ferido. Não podemos tocar hoje, mas amanhã, no mesmo horário, estaremos aqui. Todos que tenham um ingresso ou uma pulseira poderão entrar. Todos que não conseguirem vir ao show de amanhã terão seu dinheiro devolvido."


O público respondeu com vaias enquanto o vocalista fez uma última tentativa de acalmar os ânimos. "Ficamos sabendo que não há como a grade ser consertada hoje. Eu sei que isso é uma lástima. Mas, por favor, não quebrem nada quando saírem. Aqueles que não puderem vir ao show de amanhã, postaremos no site oficial como devem proceder para serem reparados. Mas eu garanto que amanhã teremos a melhor grade do mundo."


Veja no vídeo abaixo o anúncio do cancelamento e a reação do público.



Petistas falam de reforma (ou deforma) política e blog lê nas entrelinhas

Não transcreverei aqui a matéria de ontem do Estadão sobre um seminário ocorrido semana passada no PT de São Paulo. Só descreverei aqui o que li nas entrelinhas do texto.

"Eles querem acabar com a reeleição porque esse é o momento do nosso ciclo histórico. Vamos deixar de ser ingênuos. Nós é que temos iniciativa, hegemonia, ofensiva para poder nos reeleger". (José Dirceu)

Nisso Zé Dirceu está certo. Este é o ciclo histórico do PT. O partido é hegemônico. O ciclo do demo-tucanato é passado. O ciclo futuro não será neoliberal, demo, tucano, petista e sequer esquerdista. Eu quero estar nele.

Zé Dirceu também tem razão em dizer que o PT tem iniciativa e ofensiva. É só isso que o PT sabe fazer: ofender a nacionalidade brasileira com suas bandalheiras, suas traições (afinal, é o PT: o Partido dos Traidores) e suas meio-verdades.

E é evidente que o partido quer se reeleger eternamente. Seja com Dilma, com Lula ou o traíra jovem que vier depois. Está para surgir o partido brasileiro que aceite numa boa sair do Governo. Não ficando ad eternum no poder, como fez o PRI do México.

Nunca fiquei de birra com o PT. Eles é que costumam ter birra com quem pensa diferente. Mas tem algumas teses do partido que aprovo: fortalecimento dos partidos, desde que sejam programáticos (um dia farei parte de um que superará o PT e que eles não poderão chamar de vendilhão da Pátria, como fazem com o PSDB e o DEM), voto em lista só depois que tivermos apenas partidos programáticos e fim das coligações em eleições proporcionais.

Agora, se este país fosse uma democracia de verdade, não haveria voto obrigatório. Aí bato de frente com esses petralhas.

domingo, 27 de março de 2011

Brasil tem mais ex-BBBs que geoquímicos, oceanógrafos, médicos homeopatas e arqueólogos

Triste é o país onde isso acontece.

E quem constatou isso não é nenhum crítico do programa. Pelo contrário: foi O Globo (reportagem aqui), que como a quase totalidade das Organizações Globo, faz propaganda dessa Big Bosta.

Ainda bem que acabará na terça-feira que vem. Mas voltará em janeiro. E continuará passando ad eternum. Eu partirei desta pra uma melhor e o BBB continuará passando no país inteiro em alta definição ou definições ainda maiores.

Entreouvido na Cidade do Samba

Progressistas, esquerdistas, socialistas e comunistas têm uma visão utilitarista da ICAR

De vez em quando, aparece algum progressista, esquerdista, socialista ou comunista esculhambando (com razão) o movimento Cansei, da extrema direita. O curioso é que até agora não vi nenhum deles agradecer ao cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, por ter proibido uma missa de desagravo do movimento Cansei na lendária Catedral da Sé de São Paulo.

Geralmente, os progressistas têm uma visão meramente utilitarista da Igreja Católica. Isso é a regra. As exceções entre os progressistas são poucas. A ICAR só presta se suas figuras públicas apóiam movimentos ditos populares ou coisas parecidas. Se algum líder não apóia, tome ladainha pra cima da Igreja: aquele velho papo de Idade Média, Inquisição, Pio XII, etc. Depois é só a ICAR que tem ladainhas... Esquecem até dos cumpanhêros. Dom Paulo Evaristo Arns chegou a ser torturado, e só não foi morto porque era cardeal, e como tal sua morte provocaria uma crise diplomática com o Vaticano. Frei Betto e seus companheiros dominicanos foram perseguidos, Frei Tito se suicidou no exílio na França, a imprensa brasileira foi proibida de mencionar o nome de Dom Hélder Câmara, e os censores tiveram a pachorra de censurar pronunciamentos do papa Paulo VI.

Para quase todos os progressistas e esquerdistas, só merecem agradecimento os cumpanhêros bispos Macedo, Crivella e seus asseclas. Afinal, o grupo Record-IURD não é do PiG golpista, e sim do governista.

A moribunda direita brasileira também tem uma visão utilitarista da ICAR. Mas uma visão diretamente inversa à da esquerda. Basta trocar os personagens da Igreja de lugar.

Menos mal que a direita está moribunda. Ainda bem! Falta a esquerda.

sábado, 26 de março de 2011

sexta-feira, 25 de março de 2011

Incompetência de repórter faz Globo humilhar Record


Nem dá pra dizer que é privilégio pra Globo, porque todo mundo sabe que o Governo detesta a Globo e é cumpanhêro da Record. É questão de COMPETÊNCIA e zelo profissional que os repórteres devem ter.

Um dos colaboradores do blog fez comigo um comentário magistral:

A repórter sabe como Brasilia funciona. Ninguém fala com o ministro no meio da rua. Primeiro você AGENDA com a assessoria. Foram lá querer dar de malandro, metendo microfone na cara do ministro, como se fosse jogador de futebol. Só que malandro por malandro, leva vantagem o que tá em primeiro...

Mas, em se tratando de TV aberta brasileira, raros são os inocentes.

Mancadas de vidente no SuperPop

Relembrando 2010: As propostas indecentes dos presidenciáveis



Iron Maiden a 33 kbps na CBN FM!

Hoje à tarde, a CBN mostrou no programa CBN Total uma boa reportagem sobre o Iron Maiden, que começará uma turnê nacional amanhã.

Fui conferir a reportagem na CBN em FM 92,5. Pra quê? Pra saber como eles colocariam trechos das músicas do Iron na reportagem. Não adianta: aquela rádio não toca uma música inteira sequer. Sabe como é: se tocar mais de 30 segundos, tem que pagar direitos autorais...

E o som que botaram das gravações do Iron Maiden que colocaram chega a ser pior que a média já sofrível dos trechos de música que normalmente eles tocam. Som com qualidade de 33 kbps! Tem streaming de rádio online com som melhor que isso.

Assim não adianta a CBN ter FM. Melhor ficar só no AM. Além do mais, prefiro ouvir Iron Maiden em 33 rpm com um disco de vinil que em 33 kbps.

Ônibus cariocas: latas de azeite português ou caixas de remédio?


Ontem, o prefeito Eduardo Paes disse no programa do Roberto Canázio na Rádio Globo que o antigo padrão de pintura das empresas de ônibus cariocas faz os ônibus parecerem latas de azeite português.

Não perdi a oportunidade de responder ao próprio alcaide pelo Twitter. Sabe como é... Enquanto seu antecessor não sai de seu Ex-Blog, ele mesmo é frequentador assíduo do Twitter.

@eduardopaes_ Se os padrões de pintura das empresas de ônibus parecem de latas de azeite português, SEU padrão parece de caixas de remédios

@eduardopaes_ Portadores de deficiência visual parcial não distinguem ônibus de uma linha de outra com esse padrão de caixa de remédios

Fontes: aqui e aqui.

Se este país fosse uma democracia de verdade, este tipo de mudança na pintura dos ônibus cariocas seria objeto de plebiscito ou referendo municipal.

Esporro no Coturno Noturno direcionado para os Blogs pela Democracia (sic)

Resposta para Coturno Noturno:

Na boa, Coturno... O futuro do Brasil (se é que haverá algum) está fora do petismo, do esquerdismo, do socialismo, do comunismo, do progressismo, do reacionarismo, do direitismo, do liberalismo e do neoliberalismo.

O futuro do Brasil está no nacionalismo.

Eu conheci alguns poucos blogs bacanas naquela rede Blogs pela Democracia. Até inscrevi meu blog Brasil, um País de Tolos nele. Retirei meu blog depois que vi que seria inútil convencer os colegas a não fazerem campanha praquele picareta ex-presidente da UNE só para se contrapor ao lulo-dilmo-petismo.

Mesmo assim, o tal Blogs pela Democracia ainda não tirou o link de lá. Danem-se, então. Pelo menos o link serve de propaganda para meu blog.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Imprensa acoberta atentado contra Ricardo Gama

Resposta para O Globo - Após cirurgia, blogueiro baleado em Copacabana respira com a ajuda de aparelhos:

Dizem que este País de Tolos é uma democracia. Tolice. Se fosse, esse atentado teria provocado um escândalo nacional. A imprensa acoberta a gravidade do fato. Hoje, O Globo e o Extra não fizeram referência ao atentado na capa. O Dia botou só uma notinha pequena no rodapé da capa.

Em outra época, o atentado contra o jornalista Carlos Lacerda apressou a queda do Presidente da República. Hoje, um crítico do trio Dilma-Cabral-Paes é baleado e internado, e fica tudo por isso mesmo neste País de Tolos. E o trio permanece por aí, sorridente, feliz e serelepe.

Cariocas-problema invadem São Paulo!

Depois de Lobão, agora é o jogador de futebol Adriano (ex-Flamengo e ex-jogador de vários clubes europeus) que ameaça ir para São Paulo. Mais precisamente, para o Corinthians.

É a invasão dos cariocas-problema a São Paulo!

Perdidos no Espaço

quarta-feira, 23 de março de 2011

Ricardo Gama é baleado em Copacabana

Não faltava mais nada. Ricardo Gama, um dos mais prediletos militantes da blogosfera, foi baleado hoje de manhã em Copacabana. Levou dois tiros no rosto e um no tórax, disparados por um homem que o abordou em um carro prata. Até o momento, sabe-se que ele está internado no hospital Copa D'Or.

Ricardo Gama é mais um blogueiro do bem, como alguns que tenho destacado neste blog. Ele nem sempre está 100% certo. Costuma poupar um certo ex-governador coisa ruim que nem merece ser citado. Mas 99,9% do que ele escreve lá no blog dele é a mais pura verdade.

Os 0,01% de dados restantes lá do blog do Ricardo são indícios de coisas que ele investiga e põe lá no blog. Não é o meu método de trabalho, já que eu só comento fatos de conhecimento público. Mas nada justifica o atentado à vida do Ricardo.

Agora, desconfio que Ricardo Gama seja mais uma vítima dessa democratura do Trio Ternura Dilma-Cabral-Paes, que neste ano de 2011 conseguiu criar os primeiros presos políticos brasileiros pós-regime militar, para puxar o saco do presidente Barack Obama e outras otoridades americanas que estavam aqui no Rio até o último fim de semana. Na última vez que ouvi falar daqueles presos políticos, soube que eles haviam sido soltos por um habeas corpus. Na sexta-feira, eles haviam protestado contra a política do presidente Obama na frente do consulado americano no Rio. Alguém jogou um coquetel molotov no consulado, e as otoridades resolveram prender dezenas de manifestantes.

Ricardo Gama pode ser o primeiro cidadão a sofrer atentado político na Era Lula-Dilma (se não houve outros) e é provavelmente o primeiro na Era Cabral-Paes.

A notícia já foi divulgada em O Globo. A Folha divulgou este texto:

23/03/2011 - 16h59
Blogueiro Ricardo Gama é baleado no Rio


DO RIO


O blogueiro Ricardo Gama, conhecido por suas críticas aos governos Sérgio Cabral e Eduardo Paes, foi baleado na manhã desta quarta-feira, em Copacabana (zona sul do Rio). Ele foi internado no hospital Copa D'Or, onde passará por uma série de exames para determinar a necessidade de cirurgia.


Segundo a Polícia Militar, Gama levou dois tiros no rosto e um no tórax, disparados por um homem que o abordou em um carro prata.


Além de críticas aos governantes do Estado e da cidade do Rio, Gama também escreve, em seu blog, contra supostas irregularidades da própria polícia, não só no Rio de Janeiro, como em outros Estados.


Gama conseguiu repercussão para o seu blog no ano passado, quando divulgou o vídeo em que um jovem era chamado de 'otário' por Cabral durante a inauguração de obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Paulo Ricardo Raúl escreveu este texto no blog dele:

Ricardo Gama, nosso amigo de lutas, advogado, blogueiro e desafeto dos maus políticos, conforme os indícios iniciais, sofreu um atentado na manhã dessa quarta-feira, no bairro Peixoto, em Copacabana. Não existe qualquer sinalização para tentativa de roubo, pois nada dele foi subtraído. Ele caminhava pela rua quando foi alvejado por PAFs e socorrido para um hospital particular do bairro.


É muito cedo para falar em atentado com conotação política, uma hipótese que não pode ser desprezada, em face de Ricardo Gama criticar e denunciar diariamente os governos federal, assim como, o estadual e o municipal do Rio de Janeiro.


Vamos aguardar as investigações, cabendo destacar que tive contato com o delegado e com sua equipe no hospital, podendo assegurar que a mobilização é muito grande para elucidar o fato.


Ricardo Gama é um cidadão brasileiro que luta para melhorar o país, sendo uma pessoa mobilizada em todas as questões de relevância social. O seu blog é um dos mais visitados e os seus vídeos recheados de denúncias fazem sucesso no youtube. Inúmeras vezes ele ombreou nas lutas dos Bombeiros e Policiais Militares do Rio de Janeiro, sendo nosso aliado na luta por melhores salários e por adequadas condições de trabalho.


Nesse exato momento Ricardo Gama está sendo operado, elevemos o nosso pensamento a Deus e oremos para que os médicos sejam guiados por Ele e que Ricardo logo volte ao nosso convívio.


JUNTOS SOMOS FORTES!
JUNTOS SOMOS FORTES!
JUNTOS SOMOS FORTES!

Bonde da imprensa jagunça sem freio

Alexandre Figueiredo costuma escrever vários artigos contra o que ele e (agora) eu chamamos de imprensa jagunça: aqueles jornais popularescos barra pesada, como os cariocas Meia Hora (do grupo português Ongoing) e Expresso (da mesma empresa que edita O Globo), apoiados no quarteto polícia-futebol-fofocas-mulher pelada ou semipelada. O último texto em que Alexandre cita a imprensa jagunça é este aqui.

De vez em quando, esses jornais botam uma notícia bizarra na capa pra vender ainda mais exemplares, como fez ontem o Meia Hora, com a capa que ilustra esta postagem. Se eu fosse jornalista, teria vergonha em colocar no currículo que fui responsável por matérias e capas como esta.

Pra quem se interessa pelo texto da matéria, ele está aqui.

terça-feira, 22 de março de 2011

Os valores estratosféricos da Copa e da Olim Piada

Fonte: comunidade Prefeitura Rio de Janeiro:

Fatima - A Musa
Mais gastos


Tlin, tlin, tlin, tlin! Pena que eu não escuto esse barulho no meu cofrinho.


Nos próximos anos, farão da cidade um balneário festivo e trepidante. Por um lado é bom porque fortalece a economia e gera empregos; mas sabemos que a fatia do bolo que vai para o povão é magrinha, magrinha. Já os empreiteiros, esses estão comemorando antecipadamente seus lucrativos negócios.


Nos 450 anos de Sampa, houve até minissérie da Platinada. O nosso aniversário histórico ficará espremido entre Copa, eleições e Olimpíadas. Haverá alguma programação especial?


Como é que a cidade vai ser lembrada futuramente: por transformações definitivas ou pelas "operações maquiagem" que acabam em poucos dias?

Fonte: O Dia.

Informe do Dia: Licitações para obras para a Copa de 2014 podem ser examinadas por MP


POR FERNANDO MOLICA


Rio - Não vai ser fácil para o governo simplificar as licitações para obras relacionadas à Copa do Mundo e às Olimpíadas. O ministro Luiz Sérgio, das Relações Institucionais, sofre pressões da oposição para que as propostas sejam examinadas numa medida provisória (MP) específica a ser editada pelo governo federal.


Para aprovar a MP que criou a Autoridade Pública Olímpica (APO), a oposição exigiu a retirada dos artigos sobre licitações. O pacote foi então incluído na MP 510 que trata de consórcios. Pelo jeito, haverá necessidade de outro acordo.


Temores


Para a oposição, as regras propostas pelo governo podem dar margem a irregularidades nas licitações. Relator da MP 510, o deputado Hugo Leal (PSC) é da base governista, mas já havia anunciado que era contra algumas das mudanças sugeridas no pacote.

Fonte: O Dia.

Cidade precisa de R$ 13 bilhões para se preparar para as Olimpíadas


POR MARIA LUISA BARROS


Rio - Para estar ‘plenamente preparada’ para as Olimpíadas de 2016, a cidade vai precisar de R$13 bilhões em investimentos. O cálculo, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), é preliminar e leva em conta aplicações nas áreas de hotelaria, infraestrutura aeroportuária, em equipamentos esportivos, além de segurança. Segundo o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, os investimentos são ‘superpostos’ aos recursos que a cidade necessita para Copa do Mundo em 2014. Ele explica que há empreendimentos que servirão para os dois eventos. Os dados foram divulgados em evento sobre esporte na sede do banco.

Excelente! Lulo-dilmistas e oposição de direita continuam em guerra interna

Resposta para Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania:

Um dia, entenderei por quê governistas como o nobre missivista reclamam tanto da guerra interna entre os lulo-dilmistas. Vocês estão bem na fita. E a popularidade de Dilma Rousseff é uma prova disso. Quem está morta é a oposição de direita. Eles também estão em guerra uns contra os outros: aecistas, alckmistas, serristas, DEMos, os neo pê-esse-distas... Com uma desvantagem em relação aos lulo-dilmistas: estão fora do Governo Federal.

Tá tudo dominado! O petismo aniquilou tudo: a oposição de direita, o PiG, etc. Para seguir a sanha destruidora, só resta aos governistas se destruírem uns aos outros.

Um dia, direita e esquerda estarão fora do Governo Federal, e algo realmente bom emergirá no horizonte.

P.S: Este texto não foi publicado lá no blog da dondoca progressista. Sinal de que estou incomodando.

Postado por Marcelo Delfino às 22:49 de 24 de março de 2011

segunda-feira, 21 de março de 2011

40 anos de dois amigos e parceiros de militância internáutica

Chegou o dia. É hoje o aniversário de 40 anos de dois amigos e parceiros de militância internáutica: os irmãos gêmeos Alexandre Figueiredo (jornalista) e Marcelo Pereira (bacharel em Letras e hoje estudante de Administração no Senac). Eles nasceram em Florianópolis, passaram a maioria da década de 80 em Niterói, depois se mudaram para Salvador e voltaram para Niterói há cerca de dois anos.

Conheci o Alexandre lá pelo ano 2000, quando ele estava editando um monte de páginas em provedores gratuitos tipo o HPG (hoje pago) e o extinto Geocities. O que atraiu minha atenção foi o extinto Preserve o Rádio AM, que chegou a repercutir em revistas de circulação nacional e foi citado até em entrevista da revista Imprensa com o âncora Heródoto Barbeiro. Alexandre descontinuou o Preserve o Rádio AM por problemas para manter o mesmo. Para não deixa-lo totalmente "fora do ar", criei um blog homônimo e o chamei pra escrever no blog e criar a logomarca.

As demais páginas também foram descontinuadas, mas Alexandre fez um punhado de blogs, dentre os quais destaco O Kylocyclo (mesmo nome do fanzine que Alexandre fez em Salvador) e Mingau de Aço, de cunho mais político e ideológico.

Marcelo é mais comedido que Alexandre, mas também mantenho contato com ele, quase que apenas pela Internet. Meu xará também aprendeu a fazer blogs. Ele criou vários. Acompanho principalmente dois: Pizzaria do Poder (o blog político dele) e Planeta Laranja, provavelmente o mais antigo do Marcelo.

O que sei é que ganhei dois amigos pra vida toda, que me inspiraram a partir para a militância internáutica, muito antes desse papo de inclusão digital, em voga há algum tempo. Criei o Tributo ao Rádio do Rio de Janeiro como experimento de faculdade de informática (deixei as duas coisas: a faculdade e a carreira), mas foi com o Alexandre que aprendi a coloca-lo na Internet. Este blog e os outros que edito comecei a fazer em 2009, depois das dicas do Alexandre e do Marcelo. Tanto que este aqui surgiu uns dois meses depois de eles terem criado O Kylocyclo e o Planeta Laranja.

Reitero que muita coisa que escrevo coincide com o pensamento dos irmãos Pereira, e outras se chocam frontalmente. Mas a graça da amizade está aí: aprender a respeitar o diferente, torcer pelas suas realizações mais caras (profissional, familiar, etc), e a conversa agradável sempre que possível.

Feliz aniversário, irmãos Pereira. Conto com vossa amizade.

P.S: A formação acadêmica do meu xará estava errada, quando da publicação deste texto. Está sendo corrigida agora, às 18:05.

domingo, 20 de março de 2011

Além de derrotado nas urnas, Obama poderá virar corno

Resposta para Altamiro Borges e Viomundo, que publicaram texto sobre possível derrota de Barack Obama na eleição de 2012:

Já imagino o chororô do paspalhão do Arnaldo Jabor, quando perceber a derrota de seu obaminha a ficar restrito a apenas um mandato presidencial.

Falando em Jabor, se eu fosse o Obama não deixaria dona Michelle passear sozinha no Rio de Janeiro. Jabor anda fazendo elogios demais ao traseiro da primeira dama americana.

Além de derrotado nas urnas, Obama poderá virar corno.

Homenagem do blog à visita de Barack Obama ao Rio de Janeiro



Esta é uma excelente peça musical para ser apresentada hoje no Teatro Municipal para tão ilustre visitante.

sábado, 19 de março de 2011

Ideias para novas leis sobre rádio e TV aberta são apresentadas a três deputados federais do Rio de Janeiro

Será que algum deles acolherá alguma ideia? Duvido. Mas não custa tentar.

Nos últimos dias, o deputado federal e ex-BBB Jean Willys (PSOL-RJ) recebeu ameaças de morte de alguns boçais pentecostais fundamentalistas. Como não sou bobo nem nada, prestei solidariedade ao deputado, mas à minha maneira. Apresentei mais ideias para ele continuar provocando os picaretas de Cristo, como ele tem feito desde o início do mandato:

Só uma dica: vc poderia apresentar projetos contra a picaretagem gospel no rádio e na TV aberta. Há arrendamentos mil

Aproveitando o espaço do Twitter, fui mais fundo, apresentando mais ideias, também envolvendo rádio e TV.

Devia ter projetos de lei proibindo arrendamentos de emissoras e repetição simultânea de rádios em AM e FM


Rádios que se repetem em AM e FM: CBN RJ e SP, Globo RJ, Tupi RJ, Gaúcha, Guaíba PoA, Itatiaia BH e Metrópole de Salvador

Pra ver se alguém emplaca alguma ideia, mandei as mesmas três mensagens para deputados diferentes do deputado psolista: Alessandro Molon (PT-RJ) e Otavio Leite (PSDB-RJ).

Se nenhum deputado desses partidos apresentar o projeto, não incomodarei mais essa cambada com este assunto. Quem sabe eu mesmo apresente esses projetos, um dia?

O rock chapa branca do século XXI

Resposta para Com Texto Livre:

A banda Trampa tem alguma canção de protesto contra o Governo Lula-Dilma? Se tem, essa é a atitude mais punk que já houve na História: pegar dinheiro do Governo para protestar contra o Governo. Sex Pistols, The Clash e Buzzcocks perdem.

Só que duvido que a banda do rebento de Noblat tenha alguma canção de protesto. As atuais bandas se ligam mais em estética que qualquer outra coisa. O tempo das canções de protesto acabou. Não aparecem mais bandas como Aborto Elétrico (primeira banda de Renato Russo), Plebe Rude, Cólera, Garotos Podres, Ratos de Porão, Inocentes, Legião Urbana.

Dos remanescentes, não esperemos protestos contra o Governo. Principalmente dos Paralamas do Sucesso, que visitaram Lula durante seus mandatos. Herbert Vianna é petista declarado.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Seguranças do Metrô e estudantes promovem baderna na estação do metrô Anhangabaú, em São Paulo (2)

Resposta para Mingau de Aço - O que quer e o que pode o "esquerdista" Gilberto Kassab:

Já deixei claro que perdi a paciência com a esquerda. Eu que fui eleitor de Lula em 2002 (nos dois turnos!) e de deputados federais, estaduais e vereadores do PT.

A Teoria da relatividade também se aplica à política. É muito vago alegar que os baderneiros desse protesto no Metrô Anhangabaú eram não-estudantes infiltrados entre os estudantes. Os "do outro lado" (neoliberais, direitistas, reacionários, etc) podem dizer que os que fazem canalhices no lado deles (corrupção, arrocho, repressão, torturas, mortes, roubalheiras, superfaturamentos, etc) são infiltrados.

Einstein era um gênio.

Talvez seja a hora de tirar essas aspas do adjetivo esquerdista de Gilberto Kassab, Aldo Rebelo, Kátia Abreu, José Sarney, Paulo Maluf, Fernando Collor, Gabriel Chalita e outros políticos adjetos. Eles são a cara dessa nova esquerda vagabunda e fisiológica. Se Charles de Gaulle era um direitista estatista, a esquerda brasileira virou a esquerda neoliberal, que admite de bom grado figuras como estas egressas da UDN, da Arena, do PDS, do PFL, do DEM e do PSDB. É pra isso que a esquerda lutou para chegar ao poder e aniquilar os demo-tucanos.

Seguranças do Metrô e estudantes promovem baderna na estação do metrô Anhangabaú, em São Paulo

Tudo isso porque a Prefeitura de São Paulo reajustou as passagens de ônibus para R$ 3. Um roubo.

Agora, também não precisavam partir para a baderna, né, gente? Não precisavam agora passar vexame na TV do cumpanhêro Macedo. Não foi na Globo nem na Band, ok?



Renascer pagará aluguéis atrasados com doações e quitará Gospel FM Rio em agosto

Apóstolo Estevam Hernandes disse nesta semana que a última prestação da rádio Gospel FM no Rio de Janeiro será quitada em agosto deste ano.

Putizgrila! Quase 11 anos pagando pela compra da rádio! Esse Armando Campos (que comprou a rádio da Universidade Estácio de Sá) é muito paciente e muito bonzinho.

Reitero aqui que rádio educativa não pode ter outorga vendida. Mas tudo pode neste País de Tolos...

Fonte: Amigo de Cristo.

Igreja Renascer diz que vai pagar aluguéis atrasados com doações!


Como divulgamos aqui em Dezembro, há uma lista de 34 processos no Estado de São Paulo contra a Renascer por não pagar os aluguéis dos templos (Veja a lista de processos: http://www.amigodecristo.com/2010/12/igreja-renascer-possui-mais-de-30.html).


Estevam afirmou que irá se consertar pagando as dívidas dos templos: “Vamos abrir novas igrejas, vamos fazer desafios para pagar os alugueis atrasados, consertar nossa vida”. Afirmou ainda que a última prestação da Rádio Gospel no Rio de Janeiro será quitada em agosto deste ano.


No ultimo dia 2 de março a justiça, decidiu despejar a Renascer em Cristo Santana (Uma Igreja da Renascer em São Paulo recebe ordem de despejo) localizada na Avenida General Ataliba Leonel 1103. Segundo o processo, a Renascer não pagou os alugueis dos meses de agosto e setembro no valor total de R$ 844 mil. A decisão da juíza não foi publicada no diário, por isso, após publicação a Renascer terá 15 dias para desocupar o imóvel. A Renascer pode recorrer da decisão, para isso, terá que desembolsar R$ 17 mil.


Informações: Folha Renascer.

Executiva Nacional proíbe filiado do PT de participar de manifestações contra Obama

Pela 1ª vez, web supera rádio em publicidade

Créu nos radiodifusores!

quinta-feira, 17 de março de 2011

Um convite para Raphael Tsavkko, extensivo a outros blogs que não combatem a política cultural da direita

Resposta para Raphael Tsavkko:

Este texto (o de Raphael Tsavkko) é perfeito. Ponto.

NUNCA os dois PiGs (o Partido da Imprensa Golpista e o Partido da Imprensa Governista) divulgarão textos como este. Me orgulho de ser compatriota do Raphael Garcia, um dos raros integrantes da esquerda brasileira que diz o que deve ser dito, cortando na carne da própria esquerda.

A este blog, falta apenas entrar no combate à política cultural da direita: a Música de Cabresto Brasileira (fânqui, axé, sertanojo, pagrude, acocha, aparelhagens, oxente music, etc), os programas-lixo da TV aberta, os filmes com linguagem de novela da Globo Filmes, etc. Houve uma troca de posições. No regime de 1964, a direita estava no Governo e a esquerda comandava o mainstream cultural. Hoje, a esquerda (será que ainda é?) está no Governo e a direita domina o mainstream cultural.

Quatro blogs combatem a política cultural da direita: O Kylocyclo, Mingau de Aço, Planeta Laranja e Pizzaria do Poder. Falta os demais blogs progressistas entrarem na briga. Até mesmo vários blogs de fora da esquerda já entraram. Os da esquerda não entram por quê? O Capital da cultura direitista ficou atraente?

Regime de 1964, Governo Lula-Dilma e política cultural

Resposta para Mingau de Aço:

Querer que a blogosfera progressista atentasse para a questão cultural? Sonho de uma noite de verão, Alexandre. Você e seu irmão gêmeo são os únicos blogueiros progressistas com visão ampla pra essas coisas. Os únicos MESMO. O resto não passa de um bando de dondocas progressistas, que acham que o país está nas mil maravilhas porque elegeram Lula e Dilma, mataram o demo-tucanato (com minha ajuda, inclusive) e reduziram o público cativo do PiG apenas à legião de reacionários e direitistas que são a minoria do país, e que por serem minoria não decidem eleição.

E é aquilo que eu já disse: se depois de 1964 a direita tinha o Governo e a esquerda tinha o mainstream cultural, na Era Lula-Dilma a merda é a mesma. Só que com as posições trocadas: esquerda comandando o Governo e a direita no mainstream cultural. Parece que as dondocas progressistas querem deixar o mainstream cultural para a direita, pra esta brincar, se distrair, se conformar e parar de encher o saco do Governo.

Só há uma semelhança do regime de 1964 com a Era Lula-Dilma: naquela época, como hoje, a direita é que é igualmente alienada.

Zé Carlos faz defesa subliminar das UPAs de Sérgio Cabral Filho e Eduardo Paes


Resposta para Com Texto Livre:

"Prefeito que é honesto, e que não é adepto do coronelismo político, tem coisas muito mais importantes a fazer e reivindicar na área social, do que estragar um programa exemplar: providenciar terrenos seguros e bem localizados para a baixa renda no "Minha Casa, Minha Vida", apresentar projetos de saneamento básico, comprar merenda escolar da agricultura familiar, contratar cooperativas de catadores para recolher e reciclar o lixo, em vez de só contratar grandes empreiteiras, fazer projetos de creches, UPA's, escolas técnicas, cidades digitais para banda larga, melhorar aplicação de verbas e salários dos professores na educação municipal, combater desvios e desperdícios no SUS e na educação, etc, etc, etc..."

Seu texto estava perfeito até este parágrafo, que estragou tudo. O missivista faz a defesa desse moribundo projeto das UPAs da dupla lulo-dilmista de alma demo-tucana Sérgio Cabral Filho e Eduardo Paes. Projeto conhecido pelos cariocas por ter falta de profissionais de saúde em diversas unidades, sem contar que várias dessas unidades precarizam a mão de obra, pois são geridas pelas famigeradas OSs, inspiradas nas trocentas gestões dos tucanos, que governam São Paulo desde os tempos de Franco Montoro.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Questões sobre mim e este blog

Um blog absolutamente provocador como este só pode gerar a ojeriza e a repulsa de quem gostaria de me ver tomando partido de alguma dessas correntes políticas que desgovernam ou desgovernaram este país. Já fui chamado de petralha e tudo. E com várias postagens deste mês, logo logo vão querer me ligar às dondocas neoliberais, millenaristas, olavetes ou coisa parecida.

No entanto, os amigos de verdade me compreendem. Ou quase. Meu xará Marcelo Pereira não entendeu até hoje o que escrevi na postagem anterior Eu sou um cimista, há mais de um ano. Fez uns questionamentos em seu blog Pizzaria do Poder.

Só veste a carapuça quem tem razões justas para isso. E eu tenho razões para declarar ser o cimista que o Marcelo citou no blog dele. Meu amigo Alexandre Figueiredo (irmão do Marcelo Pereira) também foi na minha, se declarando cimista e tudo, na época. Mas acredito que sou eu que devo satisfações, por ter inventado o termo.

O termo cimista não tem nada a ver com "pois aquele garoto que ia mudar o mundo / agora assiste a tudo em cima do muro", que Cazuza pôs em sua música O Tempo não Pára. Não tem a ver com ficar em cima do muro. Os tucanos é que eram dados a ficar em cima do muro, antes da Era FHC. Cimista tem a ver com o fato de o nosso país estar acima de tudo: acima do liberalismo, acima do direitismo, acima do esquerdismo, acima do socialismo. Pode até ser que algum seguidor dessas ideologias faça bons governos ou bons trabalhos parlamentares. Mas eu francamente acredito que o político ficará mais próximo do ideal se não tiver nenhuma dessas ideologias. Se pra estar com o Brasil acima disso tudo significa ser um cimista, cimista eu sou.

No entanto, reconheço que cimista foi um termo infeliz por mim criado num momento de pura indignação com a bandalheira reinante neste país. Eu não via caminho político algum como alternativa a estas tolas ideologias.

Eu peço ao xará Marcelo, ao Alexandre, ao Waldyr, ao Leonardo Ivo e aos demais amigos de verdade: não fiquem temerosos com meus posicionamentos políticos. Eu tenho a cabeça no lugar. Não estou consumindo meus neurônios nisso aqui. Uso apenas o tempo livre e os parcos recursos que tenho para vir aqui dizer o que deve ser dito e ninguém mais diz. Não pretendo mais usar este termo cimista, que é por demais complexo para a compreensão mesmo de pessoas inteligentes como meus amigos. Eu estou perto de encontrar um ideal político, e quem sabe, de encontrar um grupo de pessoas virtuosas e politicamente engajadas que pensem da mesma maneira que eu.

Aos que cobram posicionamentos políticos de minha parte, aviso: poderei adotar novos posicionamentos políticos no futuro, mas garanto que não será a adesão a essas ideologias que condeno. Meus novos posicionamentos podem até provocar mudanças neste blog. Pode ser que este blog deixe seu distanciamento e sua imparcialidade e passe a ser parcial, a favor de um ideal político que seja justo e benéfico para a Nação. Dependendo das mudanças que gostaria de ver na política nacional, talvez até mesmo o nome Brasil, um País de Tolos deixe de se referir ao Brasil do presente e passe a designar o país do passado, da época do Governo Lula-Dilma, que inventou o slogan Brasil, um País de Todos. De onde, aliás, veio o nome do blog. Talvez o blog mude de nome. Ou talvez eu deixe de fazer este blog, dependendo do nível de participação política que tiver assumido. Não quero acabar como Cesar Maia e Brizola Neto, que viraram blogueiros quase em tempo integral.

terça-feira, 15 de março de 2011

De saco cheio da discussão da possível compra da Rede Transamérica pela Record-IURD

Resposta para a comunidade Dial AM e FM do Rio de Janeiro:

Sabem por que não quero mais me meter neste assunto?

Porque o único motivo para eu estar na Comunidade é que quero debater programas de rádio, novos programas, novas linguagens, a preservação da boa tradição daquilo que presta dos tempos áureos do rádio, seja AM ou FM...

O atual rádio brasileiro (nem falo só do dial carioca) virou um palco de horrores para ver quem é que tem mais poder midiático, político ou corporativo. Não que não houvesse esse tipo de disputa outrora. A diferença é que agora não se discute programas de rádio, novas linguagens, a preservação da tradição, etc.

SGR, Governo Federal, governos estaduais (incluindo o Cabral Filho), Band, Record-IURD, IPDA, IMPD, IIGD, Renascer, ICAR, LBV, Associados, Estadão, JP, EmoMix, Grupo Dial, Transamérica, Oi FM e demais rádios customizadas, deputados, senadores, barões do fânqui, etc. Todos ávidos pra ver quem pode comprar ou arrendar mais emissoras. E olha que os grupos estrangeiros estão POR ENQUANTO proibidos de comprarem pessoalmente emissoras. Senão a Disney jogaria o Estadão e o PHC (primeiro-filho na Era FHC) pro quinto dos infernos e compraria ela mesma suas emissoras para a ESPN e a franquia Disney FM.

Devo reconhecer que a única esperança do dial carioca só nasceu porque uma alma caridosa e ousada foi autorizada por Paulo Abreu pra pegar uma das FMs de seu balaio e a transformou numa rádio rock com sotaque clássico (nem falo mais em rádio classic rock) que fatura horrores. Senão a Kiss FM já teria entrado na dança, também.

E mesmo assim, o governo da Dilmona e seus asseclas do Ibama e do Chico Mendes pegam no pé da rádio que, bem ou mal, ainda pertence a um ex-tucano. Esses petistas não perdoam. Mas toda vingança é válida. Demo-tucanos e golpistas em geral também não perdoam!

Trem enguiça na Estação Primeira de Mangueira

O serviço de trens urbanos do Rio de Janeiro foi privatizado pelo desgovernador Marcello Alencar. Nenhum dos sucessores cobrou providências da SuperVia, para que melhorasse o serviço, que mantém vários dos deméritos da era estatal. Cabral Filho já passou um mandato inteiro, está começando outro e nada indica que tome providências neste novo mandato.

Ontem mesmo, mais um trem parador enguiçou na mítica estação da Mangueira, que recebeu seu nome do morro próximo e dá nome à escola de samba (Estação Primeira de Mangueira). Como passavam de 18 horas, os milhares de passageiros do trem encheram a plataforma da estação e superlotaram o trem que vinha a seguir. O trem onde eu estava. O resultado é que, em todas as estações seguintes, o trem empacou, pois era impossível fechar as portas de primeira.

Esta cidade, este estado e este País de Tolos não têm a menor condição de sediar Copa e Olim Piadas, já que não cuida do básico do dia a dia.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Dupla de fanqueiros pode ter plagiado música da banda The Outfield

Por acaso alguém já viu compositor de fânqui criar alguma coisa sem macaquear os outros? O próprio fânqui se parece muito com musiquinhas de roda ou com aquelas musiquinhas de realejo...

Pelo menos pra isso o sucesso internacional do Rap das Armas serve: pra denunciar essa farsa do fânqui carioca, promovida por barões muito bem relacionados à mídia golpista e a reacionários de esquerda filiados do PSOL.

Fonte: Ancelmo Gois.

Rap das armas


O sucesso internacional de “Rap das armas”, na voz dos MCs Júnior e Leonardo, começa a trazer problemas para a dupla de funkeiros.


É que, de tanto tocar lá fora, chamou a atenção dos autores da melodia na qual seria inspirada, “Your love”, da banda britânica The Outfield, muito tocada aqui nos anos 1980.


Segue...


Uma batalha judicial no exterior parece estar a caminho.


Júnior e Leonardo, já cobrados pela editora de “Your love”, deixaram de autorizar a execução do “Rap das armas” em shows de outros artistas, temendo problemas.


De fato...


A melodia de “Rap das armas”, tema do filme “Tropa de elite”, é muito parecida com a de “Your love”. Tire a prova:



domingo, 13 de março de 2011

As labaredas do PMDB

Resposta para Com Texto Livre:

Prezado Zé Carlos

Sabe o que significa essa labareda da logomarca do PMDB? Significa a queima de dinheiro e de patrimônio público que esses peemedebistas fazem há anos, desde a Era Sarney à Era Lula-Dilma, passando pela privataria demo-tucana, lógico.

Se não for isso, deve ser uma referência às flatulências intestinais dos peemedebistas, bem ao estilo das piadas de mau gosto do (nada saudoso) programa Casseta & Planeta na Rede Globo.