Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Sobre o incêndio de hoje na Cidade do Samba, que atingiu Portela, União da Ilha e Grande Rio

Resposta para comunidade Rio de Janeiro - RJ

Eu fico chateado com essa história toda do incêndio. As escolas de samba são o que há de mais representativo na cultura carioca. Falo da cultura do entretenimento, não da cultura em geral, que é algo bem mais amplo.

Agora, me parece evidente que a Cidade do Samba (inaugurada há apenas CINCO ANOS) é um retumbante fracasso operacional, pois que foi construída exatamente para que as escolas de samba ali presentes não enfrentassem mais essa rotina de incêndios periódicos lambendo o trabalho de meses em poucos minutos. Os mesmos incêndios periódicos continuam acontecendo até hoje com as escolas dos grupos de acesso, ainda abrigadas em galpões improvisados na Zona Portuária.

Como a Cidade do Samba foi construída na Era Cesar Maia, pensei que o prefeito paespalhão (e, como portelense, hoje provavelmente de luto) tiraria uma casquinha política da tragédia alheia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário