Política, cultura e generalidades

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

RBS ingressa no PiG: Partido da Imprensa Governista

Resposta para Coturno Noturno:

É, Coronel. Paulo Henrique Amorim inventou a expressão PiG: Partido da Imprensa Golpista. Agora podemos dizer que a RBS mudou de lado. É agora do PiG: Partido da Imprensa Governista. E como!

Acredito que a RBS demitiu Prates não por ser ele um fascistóide, como de fato é. Mas porque é contra o PT. Se fosse um extremista da direita fisiológica ou da esquerda governista, ninguém da RBS ousaria mexer com ele.



Fonte: Coturno Noturno.

Quarta-feira, Janeiro 12, 2011
RBS demite Luiz Carlos Prates

Luiz Carlos Prates acaba de ser demitido pela RBS, afiliada Globo no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Vitimado pelo servilismo da empresa de comunicação e pela virulenta campanha movida contra ele por Ideli Salvatti (PT-SC), derrotada fragorosamente nas eleições para o governo do estado, e por Paulo Henrique Amorim, blogueiro do esgoto e "âncora" da Rede Record. O motivo da perseguição deveu-se a um comentário que o jornalista fez de que pobre não deveria comprar carro, no sentido de que existem outras prioridades na vida de um indivíduo de poucas posses. Quem é honesto e decente, sabe perfeitamente o que ele quis dizer. E o disse de forma agressiva, direta, alterada, como é do seu feitio e estilo. Foi o que faltava para que o PT e suas ratazanas movessem uma verdadeira batalha, pedindo a sua demissão. A RBS não fez a mínima questão de resistir. Apenas deu um tempo para, em seguida, correr para lamber os pés dos governantes de plantão. O seu slogan deveria mudar para "tudo por dinheiro". Abaixo o vídeo em que Luiz Carlos Prates explica a sua polêmica declaração:



E aqui a nota da RBS, publicada hoje no Diário Catarinense:


Em decisão conjunta com a empresa, o colunista Luiz Carlos Prates está deixando de atuar nos veículos do Grupo RBS. O comunicador se afasta para seguir com projetos pessoais depois de mais de duas décadas no grupo. No DC, onde trabalhou por quase 23 anos, Prates começou escrevendo sobre esportes, passando a tratar sobre o cotidiano, área na qual também conquistou incontáveis admiradores.


– Sou grato pelo contato com os leitores e com o público. Parto para um novo ciclo em minha vida – diz o comunicador.


Durante o verão, o espaço da página 2 do DC será ocupado pela coluna Cadeira de Praia.


Postado por O EDITOR às 07:33:00

P.S 1: Prates dizendo que se preocupa com a condição humana e luta pela felicidade das pessoas foi a última piada dele na RBS.

P.S 2: Até este momento, 16:58, o Coturno Noturno não comentou meu comentário. Minha provocação deve ter melindrado o ilustre anônimo do outro blog. Independente é este blog aqui!

5 comentários:

  1. Esse otário racista foi demitido!

    O PHA se apoderou a expressão PIG, quem a criou foi o ciêntista político carioca Wanderley Guilherme dos Santos!

    Louco o seu blog!

    Provos Brasil

    ResponderExcluir
  2. Eu já sabia que o PHA tinha se apoderado da definição de PiG elaborada por outra pessoa. Sendo um aliado do Bispo Macedo, pode se esperar tudo.

    E, de fato, Brasil, um País de Tolos é um blog louco, sob a ótica do politicamente correto e do politicamente incorreto, duas faces da mesma moeda, como já disse meu amigo Alexandre Figueiredo, do Mingau de Aço.

    ResponderExcluir
  3. Manuel Delfino,

    Se o Paulo Henrique Amorim é aliado do Bispo Macedo, porque vc não chama quem trabalha no Globo de aliado dos Marinho, quem trabalha na Folha de aliado dos Frias, e quem trabalha na Abril de aliuado dos Civita? O Conversa Afiada é um blog independente, no qual o PHA nunca citou, e muito menos defendeu, o Edir Macedo.

    ResponderExcluir
  4. São comentários como o de cima que justificam o nome do blog.

    Pra começar, meu nome é Marcelo, não Manuel. E aqui eu baixo porrete em quem quiser. Baixo porrete nas famiglias na hora que bem entender, da forma que quiser.

    O caso de Edir Macedo é diferente. Não é o caso do domínio de uma família Macedo, Bezerra ou Crivella. É o caso da dominação de uma teocracia baseada nos dízimos e ofertas, fonte de renda que as famiglias não dispõem. Por isso que o grupo Record-IURD cresce tanto e os grupos famigliares encolhem.

    ResponderExcluir
  5. Tem mais. PHA não é independente aqui nem em lugar algum. É dependente de Edir Macedo, chapa-branca e membro do PiG: Partido da Imprensa Governista. Nem precisa defender Edir Macedo e o Governo. Basta atacar os adversários de ambos, coisa que ele faz com afinco.

    Eu dou gargalhada quando alguém diz que PHA é independente, até mesmo de Edir Macedo e do grupo Record-IURD.

    ResponderExcluir