Política, cultura e generalidades

sábado, 11 de dezembro de 2010

Segundo vocalista do Fresno, "John Lennon seria um cara meio chato"

Em contrapartida, dá para imaginar o que faria Lucas Silveira nos anos 60 e 70. Provavelmente teria defendido a Guerra do Vietnã, teria criticado a luta pelos direitos civis, teria participado das passeatas que pediram a derrubada do presidente João Goulart...

Texto publicado originalmente no blog Kiss FM 91,9 Rio de Janeiro.

Fonte: Whiplash.

Fresno: "John Lennon seria um cara meio chato"


Por Jorge A. Silva Junior | Em 08/12/10 | Fonte: Diário de S.Paulo

Na edição de hoje (8) do jornal Diário de São Paulo, no caderno Viva, páginas 5 e 6, uma reportagem referente aos exatos 30 anos da morte de John Lennon questionou alguns músicos brasileiros sobre como seria o ex-beatle se ainda estivesse vivo.


O vocalista da banda Fresno, Lucas Silveira, acredita que John não seria um dos sujeitos mais legais, por conta de seu relacionamento. "Ele seria um cara meio chato. Mas se largasse a Yoko Ono, tudo mudaria". Já o guitarrista Edgard Scandurra apostou na separação do casal. "Lennon seria amigo de Yoko Ono, mas teria se separado dela. Seriam um casal moderno".


John Lennon foi assassinado no dia 8 de dezembro de 1980, em frente ao edifício Dakota, em Nova York, com cinco tiros disparados por Mark David Chapman, que foi condenado à prisão perpétua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário