Política, cultura e generalidades

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Passageiro é agredido em vagão da Linha 2 Metrô Rio após ouvir fânqui proibidão em volume alto

O assunto está atrasado, mas só agora estou comentando.

E o tal deputado frouxo, vassalo de Rômulo Costa e de DJ Malboro? Não apareceu para defender os direitos do mano?

Fonte: O Globo.

Stella Velloso


Um homem não identificado foi agredido na tarde deste domingo por um passageiro da Linha 2 do Metrô, que seguia no sentido Zona Sul. De acordo com testemunhas, ele estava ouvindo um funk "proibidão" em alto volume, o que gerou a insatisfação dos demais passageiros, que pediram para ele desligar o equipamento. O som não foi desligado, e um dos passageiros se irritou e deu empurrões e pontapés no homem.


Na estação do Catete, dois seguranças do metrô entraram na composição, imobilizaram o passageiro e o retiraram do vagão. Algumas pessoas que acompanharam a cena chegaram a discutir sobre quem tinha razão no caso, o que gerou mais tumulto no vagão. A estudante Érida Santos, de 22 anos, foi uma das que presenciou a agressão:


- O homem foi chutado. Ele estava errado, mas não ao ponto de apanhar. As pessoas precisam entender que violência só gera mais violência.


A concessionária Metrô Rio nega a agressão, mas confirma que o homem, antes de embarcar na estação de Triagem, estava sem camisa e com um equipamento de som com volume alto. De acordo com a concessionária, seguranças solicitaram que ele vestisse a camisa e desligasse o som para embarcar. O Metrô Rio informou ainda que, na estação da Cinelândia, o homem teria ligado o som e os passageiros começaram a reclamar, chamando a segurança.

Um comentário:

  1. Tinha que fazer isso todo dia. Se cada vagabundo mal-educado desses levasse4 porrada todo dia duvido que iriam ouvir esse lixo em alto volume.

    Usem um fone funkeiros malditos!!

    ResponderExcluir