Política, cultura e generalidades

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

PMDB com a faca entre os dentes e a fatura nas mãos

Eu realmente gargalhava quando via vários amigos dizendo que votariam na candidata Dilma Rousseff no domingo passado para que não voltasse a direita representada pela falecida coalizão demo-tucana. Como se o reacionarismo e a direita estivessem só do lado de fora do Governo, não dentro.

Na segunda-feira mesmo, lá foi a turma do PMDB atrás de Dilma Rousseff com a faca entre os dentes e a fatura nas mãos. Teve até deputado do Propinoduto reivindicando o quinhão no Governo Dilma. A chefia da transição (?????) de Governo, que antes só tinha três petistas, passou a ser chefiada ontem pelo peemedebista, vice-presidente eleito e ainda presidente da Câmara Michel Temer.

Hoje mesmo, já teve peemedebista dizendo que o partido não aceita perder espaço no Governo Dilma. Se o partido ganhar mais espaço, é claro que os peemedebistas aceitarão de bom grado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário