Política, cultura e generalidades

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Sobre o Globope, o Datafraude e outros institutos de pesquisa

Comentários para Com Texto Livre:

Marcelo Delfino disse...

Agora os otários dizem que o Ibope está certo. Vá entender...

Certo está Ciro Gomes, quando falou do Ibope e de Carlos Augusto Montenegro.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010 21h43min00s BRST

zcarlos disse...


Marcelo, faz tempo que não encontro seu comentário.
Estou enganado, ou vc está do lado do Serra?
Pelo seu comentário irônico, deixa transparecer isso.
Mas não importa, vc sabe que conheço sua opinião.
Quanto aos institutos, vc deve saber que há manipulação de resultados. À medida em que a data da eleição se aproxima, os resultados são revistos e tendem a se aproximar da real situação. É uma questão de credibilidade.
Os resultados de pesquisas anteriores, são desprezados naturalmente. Dificilmente alguém lembrará daqueles números. E, mesmo que lembrem, os institutos alegam que naquele momento o resultado era aquele.
Caso vc não saiba, uma pesquisa somente pode ser contestada por outra pesquisa, desde que use a mesma metodologia.
Assim, seu comentário fica um tanto prejudicado.
Mas que fique bem claro, não defendo nenhum instituto, exceto o meu que leva minha assinatura.
Abs!


quarta-feira, 20 de outubro de 2010 22h49min00s BRST

Aqui eu só contestei os institutos de pesquisa e aqueles que dão credibilidade a eles quando convêm e só denunciam as fraudes quando os números desagradam. Agora mesmo, a turma do Serra contesta o Globope e o Datafraude. Até caçoei de um blog serrista, escrevendo lá: "Vai ver, o grupo Folha continua sendo PiG. Mas não mais Partido da Imprensa Golpista, mas Partido da Imprensa Governista".

Os institutos não prestam. Tanto que nunca os destaquei no meu blog. E olha que o blog foi criado em maio de 2009, bem antes da eleição.

Agora, se o amigo já diz que todo aquele que escreve algo desagradável está do lado de José Serra, só lamento. Já disse que nenhuma dessas candidaturas me representa. Agora eu digo que o neoliberalismo demo-tucano é o passado, o petismo é o presente o e futuro a superar tudo isso será algo muito melhor, e espero pertencer a esse futuro.

Se o amigo não me compreende ou não quer me compreender, só prova que podemos trocar opiniões, conversar, ler textos um do outro, mas nunca seremos companheiros de militância.

No mais, abraços. Tenha um bom dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário