Política, cultura e generalidades

terça-feira, 28 de setembro de 2010

MPE contesta a candidatura de Collor ao governo de Alagoas

Collor aprontando de novo.

Fonte: O Globo.

Publicada em 28/09/2010 às 17h08m
Chico de Góis, enviado especial


MACEIÓ - O Ministério Público Eleitoral em Alagoas pediu a cassação da candidatura de Fernando Collor (PTB) ao governo do estado por abuso de poder econômico e utilização indevida de meio de comunicação a seu favor. A ação é fundada em inquérito civil público que foi instaurado para investigar a diferença entre os resultados de duas pesquisas divulgadas em 24 de agosto: uma do instituto Gape (Gazeta Pesquisa), vinculado às Organizações Arnon de Mello, da família de Collor, e outra do Ibope.


Enquanto o levantamento do Ibope mostra uma situação de empate entre os três principais candidatos - Ronaldo Lessa (PDT) 29%, Collor 28% e Teotônio Vilela (PSDB) 24% - o Gape coloca Collor à frente dos outros, com 38% das intenções de voto contra 23% de Lessa e 16% de Teotônio Vilela.


O resultado foi publicado no jornal Gazeta de Alagoas, também de propriedade da família do candidato. O MPE abriu uma investigação e descobriu que houve fraude na escolha da amostra para beneficiar o petebista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário