Política, cultura e generalidades

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Carlos Minc não educa nem seus cabos eleitorais


Eu acabo de chegar em casa, e encontrei um adesivo de campanha do senhor candidato a deputado estadual Carlos Minc (PT-RJ) colado em frente ao meu relógio de energia, que a dona Light cismou de enfiar no lado de fora da casa.

No adesivo, que tirei e está comigo agora, está escrito: "Com UPP, saúde e educação criança não vira avião" e "Reforma agrária já!".

Só que o senhor Minc não educa seus cabos eleitorais, para não emporcalharem a frente das casas dos outros. Quem é ele para falar de educação?

E emporcalhar a frente da casa dos outros não é uma atitude ecologicamente correta.

Não é à toa que neste ano não darei voto para nenhum petista. Nem para Aníbal do Engenhão, concorrente de Minc por uma cadeira na Alerj. Na eleição de 2008, Aníbal teve 2612 votos para vereador. Anibal ficou longe de ser eleito, mas seus votos serviram para eleger até um tal de Elton Babu.

Meu voto não servirá para compor a legenda do PT. Nem para compor bancada para apoiar Sérgio Cabral Filho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário