Política, cultura e generalidades

domingo, 22 de agosto de 2010

Rock in Rio 2011: primeiros comentários

Fonte: Comunidade Dial AM e FM do Rio de Janeiro:

Vitor Potter

Gostaria de ler dos senhores o que acham de o evento não ser na Tradicional Cidade do Rock, mas sim em um outro local e a postura do Roberto Medina em querer trazer GNR, Iron Maiden e Radiohead. Ainda não vi ele comentar sobre Ivete e adjacências...

Vitor não quer fazer uma pergunta. Quer aplicar um questionário na Comunidade. rs

O local é o de menos, porque é perto do local original, que foi vendido para um outro empreendimento, e atrás dele tem um morro com uns barracos surgidos depois do Rock in Rio 2001. Não sei se interessaria aos politiqueiros do Rio (particularmente Cabral Filho e Eduardo Paes) mostrarem ao mundo barracos de favela em alta definição pro planeta inteiro.

O novo local será o novo centro de eventos ao ar livre que a Prefeitura construirá para ser o centro de lazer dos atletas das Olimpíadas e Paraolimpíadas de 2016. Mas antes servirá para outras coisas, desde o Rock in Rio 2011 até mesmo uma possível Jornada Mundial da Juventude 2015, megaevento da Igreja Católica com a presença do Papa e de jovens do mundo inteiro. Mas o Vaticano ainda não escolheu a sede de 2015. No ano que vem o evento será feito em Madri.

Roberto Medina envelheceu e não sabe. Não quer fazer um novo Rock in Rio, mas tentar repetir a glória de edições anteriores que não voltam mais. Trazer GNR de novo é o fim da picada. Mas Iron Maiden é e sempre será relevante, idem o Radiohead.

Quanto à Ivete & cia, isso é imposição do Sistema Globo (TV Globo, MultiShow, etc). Senão eles (o grupo Globo) ficariam de fora.

Nem reclamo do fato de Ivete & cia. não serem rock. Até mesmo porque o Rock in Rio original já não era todo rock, mas tinha nomes bacanas, de Gilberto Gil a Ivan Lins, de Alceu Valença a Elba Ramalho, de George Benson a Al Jarreau.

Reclamo do fato de Ivete & cia. serem Música de Cabresto Brasileira (caso dos brazucas) ou de serem música pop descartável (caso dos gringos).

Pra falar a verdade, nem lembro de todos os nomes não-rock que Medina mencionou pra 2011. Só lembro da Lady Gaga.

Um comentário:

  1. Cabral está fazendo um ótimo trabalho na administração do estado. Muita coisa ainda pra mudar, mas não dá pra fazer mágica! Cabral está no caminho certo!

    ResponderExcluir