Política, cultura e generalidades

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Plínio lembrou na Band que há outros candidatos além dele


Depois da sacanagem que a Globo lhe aprontou (detalhes aqui e aqui), Plínio Sampaio vem sendo acusado de se submeter aos humilhantes 3 minutos de entrevistas no Jornal Nacional e no Jornal das 10 da Globo News. Apesar das reclamações que ele fez, reclamações essas exibidas no próprio JN de ontem.

De fato, os militantes ou ex-militantes de esquerda já foram mais aguerridos neste País de Tolos. Enquanto uns preferem se aliar à banda podre da velha direita do PMDB ou aos ex-algozes da Arena (atual DEM), outros como esses do PSOL (notadamente no Rio de Janeiro) preferem se aliar à ultrarreacionária Música de Cabresto Brasileira, com alianças com fanqueiros tipo Rômulo Costa e DJ Malboro (leia mais sobre o assunto em O Kylocyclo).

Plínio Sampaio lembrou que havia candidatos ausentes, durante o último debate com os presidenciáveis na Band. Estava se referindo aos candidatos da ultra e da extrema-esquerda José Maria de Almeida (PSTU), Ivan Pinheiro (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO), além dos candidatos mais à direita Levy Fidelix (PRTB) e José Maria Eymael (PSDC).

Não se sabe se Plínio Sampaio continuará reivindicando espaço para todos os candidatos a presidente ou se só para si mesmo, para figurar ao lado de Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV). Plínio corre o risco de endossar aquele velho ditado: "Farinha pouca, meu pirão primeiro". Mesmo indo contra outros candidatos ditos "do campo popular".

Uma boa oportunidade para Plínio reivindicar espaço para todos é o debate das TVs católicas no próximo dia 23.

Democracia deve ser para todos. Ou não existe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário