Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Bem ou mal comparando Lula e FHC


Lucia Hippolito comentou hoje na CBN que os presidenciáveis iniciarão uma semana de entrevistas para telejornais da megacorporação global: o Jornal Nacional e o Bom Dia Brasil da Rede Globo e o Jornal das 10 (todo dia, às 22h) da Globo News. Inventou de dizer que, nessas entrevistas, os candidatos dirão "o que o eleitorado quer saber" (o eleitorado ou a chefia global?): os planos para o mandato presidencial, sem fazer comparações entre governos passados. Comparações que, segundo Lucia, não interessam ao eleitorado.

Acredito que boa parte do eleitorado se interessa, sim, em comparações entre governos passados. Não todo o eleitorado, mas boa parte. A começar pelos candidatos.

Dilma Rousseff (PT) quer comparar a gestão do guru Lula com a de FHC, guru de José Serra (PSDB). Para insinuar que a de Lula foi melhor e que o eleitorado tem que parar de ser ingrato e votar, sim, nela, "Para o Brasil seguir mudando". Falta dizer se para melhor ou para pior.

José Serra quer fugir dessas comparações, por motivos mais que notórios. Marina Silva e os nanicos de fora da esquerda também não querem saber de comparações. Não com a mesma ojeriza de Serra. É que eles estão preocupados demais em aparecerem. Se jogarem as luzes sobre mastodontes da política nacional tipo Lula e FHC, eles somem.

Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) e os candidatos da extrema-esquerda Ivan Pinheiro (PCB), Zé Maria (PSTU) e Ruy Pimenta (PCO) querem comparar as gestões Lula e FHC. Não com os mesmos objetivos de Dilma. É para dizer que ambas foram igualmente danosas à população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário