Política, cultura e generalidades

terça-feira, 20 de julho de 2010

Record News começou como o restante do PiG



Eu lembro como começou a Record News. Ela foi inaugurada em 27 de setembro de 2007, mesma data e hora em que a TV Record completou 54 anos. A cerimônia de inauguração contou com a presença de Lula, do governador Serra, do prefeito Kassab e do patrão Edir Macedo, apresentado como empresário, ao invés de bispo. Celso Freitas foi o apresentador da cerimônia, e Fafá de Belém encerrou o programa cantando o Hino Nacional. Pelo menos não foi a Vanusa...

O primeiro telejornal, o Record News Brasil, foi ao ar às 21h, entrevistando Lula (de volta!) e outras personalidades políticas e empresariais do país.

Pergunto: onde estava o povo nessa festança toda? Onde estavam os movimentos sociais e outros segmentos populares da sociedade, ou seus representantes? Na inauguração da Record News, os bispotes só chamaram os bacanas, como eles. Reunião de bacana é assim mesmo. Se gritar "pega ladrão!" não fica um, meu irmão.

Do jeito que começou e permanece até hoje, a Record News não passa de mais uma emissora com pauta elitista, tal como o PiG criticado pelos governistas. Mas como todo o grupo Record-IURD é governista, nada de críticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário