Política, cultura e generalidades

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Podre Marcelo reza pelos mortos. No caso, a candidatura Serra


Dois males da Igreja pós-Vaticano II: a Teologia da Libertação (também conhecida como a Igreja Vermelha, vermelha de esquerdismo, não do sangue dos mártires ou das vestes dos cardeais) e a Renovação Carismática.

Fonte: Blog do Cappacete.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Padre Marcelo pede uma forcinha a Nossa Senhora para salvar a candidatura do Zé Ladeirão, nem São Dantas salva

Padre Marcelo Rossi é malufista e viúva da Ditadura.

Nem reza braba, nem ladainha, nem novena, nem catimbó, nem ebó de encruzilhada. O Padre Marcelo pode chamar todo mundo, a casa caiu, vem bomba por aí, vide o blog
Conversa Afiada. Aliás, por falar em Padre Marcelo, trata-se de um malufista convicto, sempre apóia a extrema-direita nas eleições, mas dessa vez suas preces de aluguel e suas dancinhas ridículas não vão dar em nada. Reza Serra mas reza pra não ir em cana, por que a vitória nas eleições está cada vez mais distante.

Estadão

Padre Marcelo Rossi dedica Ave-Maria a Serra em missa

Cerca de 15 mil fiéis rezaram por tucano, que foi a cerimônia religiosa acompanhado pelo prefeito
Gilberto Kassab

No dia de Corpus Christi, umas das principais datas cristãs, o pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, recebeu a oração de cerca de 15 mil fiéis em uma missa no Santuário do Terço Bizantino, na capital paulista.

O tucano acompanhou a cerimônia do alto de um palco-altar. Rezou, cantou e bateu palmas, acompanhado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

A reza de uma Ave-Maria por Serra e Kassab foi iniciativa do padre Marcelo Rossi, que comandou a missa com o bispo da Diocese de Santo Amaro,
Dom Fernando Figueiredo. "Em ano de eleição, ora por nossos amigos, o prefeito Kassab e, de modo especial, por Serra", pediu padre Marcelo.

Os fiéis rezaram, no total, dez Ave-Marias, cada uma dedicada a um público, como doentes, jovens e idosos. Depois da oração para Serra, o religioso dedicou uma Ave-Maria a todos os políticos. "A igreja acolhe a todos com muito carinho", justificou.

Serra comungou. Depois de receber a hóstia, sentou, fechou os olhos, baixou a cabeça e ficou alguns minutos em oração. O tucano, que foi recebido com palmas cordiais dos fiéis, leu uma breve passagem do livro de Gênesis.

Postado por cappacete às 10:06

Nenhum comentário:

Postar um comentário