Política, cultura e generalidades

sábado, 5 de junho de 2010

Marcha pela ética evangélica brasileira. O $HOW tem que parar

Evangélicos fazem protesto contra Teologia da Prosperidade

Com bandeiras e camisetas que diziam "Marcha pela ética evangélica brasileira. O $HOW tem que parar", cerca de 20 pessoas realizaram um protesto contra lideranças evangélicas durante a Marcha para Jesus, ontem em São Paulo.

O alvo dos manifestantes era a Teologia da Prosperidade, professada por algumas das principais lideranças evangélicas do país, dentre elas a
Renascer em Cristo.

"O que estamos vendo é a proclamação de um evangelho monetário. E a Bíblia não é um veículo de lucro", disse Paulo Siqueira, idealizador do protesto.

Teólogo e membro da
Igreja do Evangelho Quadrangular, ele afirma que a maior parte das igrejas evangélicas no Brasil virou capitalista.

"Não há lugares para os pobres dentro da igreja. A igreja se tornou um veículo de elitização. Falam de prosperidade, de troca monetária. Se você é pobre, oferte, dizime, e, enquanto isso, muitos pobres padecem no país", diz ele.

A reportagem é de Fernando Gallo e publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, 4/6/2010.

2 comentários:

  1. Uma marcha importante como essa com 20 participantes?! A que ponto nós chegamos Renascer em Cristo uma das principais "lideranças" evangélicas... É o fim! É o mesmo que dizer que "Elizete Zagalo" e "João Bos... & Vinicius" são lideranças da MPB. A Renascer assim como a Universal, não passam de um conglomerado empresárial que comercializam a fé como os vendilhões do templo exploram a ignorância do povo em pleno ano 2010 de Nosso Senhor Jesus Cristo. Usam do mesmo artificios dos tempos da indulgência.As pessoas que caem nesse conto do vigário-moderno acham que estão doando para Deus. SÓ QUE PARA A OBRA DE DEUS SÓ VAI MIGALHAS , UMA OBRINHA DE CARIDADE ALI, OUTRA AQUI... e OS HELICÓPTEROS E MANSÕES É PARA HOMENS "ESCOLHIDOS". ENTENDEU? UM ABRAÇO, MARCELO. FORÇA SEMPRE.

    ResponderExcluir
  2. Pois é, Edilson. Eu também não critico a Marcha pela Ética Evangélica em si, nem mesmo por ter tido só 20 pessoas. Eu critico, sim, a apatia ou conivência das pessoas que não engrossaram essa heróica marcha de heróicos 20 integrantes.

    Às vezes eu me sinto solitário como esses 20 heróis. Mas eu não pretendo parar tão cedo.

    E só não fui a essa marcha dos 20 porque, além da mídia crente não divulga-la (por isso não fiquei sabendo), não moro em São Paulo.

    ResponderExcluir