Política, cultura e generalidades

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Lula é motivo de gozação, agora em português (2)

Outro dia eu escrevi um artigo chamado Bastardos Inglórios, onde descasco toda a política sionista, principalmente no que tange o tratamento do governo israelense com relação ao povo palestino.

Isso não me impede de admirar a população israelense, assim como a população de qualquer país.

Agora, esse vídeo é claramente humorístico, na temática e na forma. Parece tosco sim, pois a TV israelense não deve ter tino para programas de qualidade que não sejam imitação da TV americana ou européia. Mas é melhor que muita coisa sem graça que vem sendo feita nos últimos anos na TV aberta brasileira, por exemplo.

No que tange o personagem representado, é óbvio que essa de "Lula é admirado em todo o mundo e colocou o Brasil na agenda mundial" é balela de lulista. É claro que ele também atrairá opiniões contrárias lá fora, tal como atrai dentro do Brasil.

O Brasil é uma potência econômica emergente pelo mérito de sua própria população. Não por causa do desclassificado, mas apesar dele. E apesar de quem vier depois. Fora a sua pujança econômica, o país continuará sendo lembrado lá fora por exotismos como samba, futebol, carnaval, mulatas e pela MPB, para os gringos mais letrados.

Só acredito que seja uma injustiça israelenses ou outros gringos acharem que todo brasileiro é um desclassificado como o atual presidente.

O "cara" (como disse Obama) foi eleito, sim, mas tem brasileiro que não vota nele e que ainda não foi pro paredón.

Assim como os americanos não são todos otários por elegerem cretinos com sorrisos falsos como W. Bush e Obama. Nem todos votaram neles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário