Política, cultura e generalidades

terça-feira, 15 de junho de 2010

Galvão Bueno diz que não liga para brincadeira 'Cala boca, Galvão'

Faz de conta que acredito.

Fonte: Extra.

Enviado por Retratos da Vida - 15.6.2010 9h48m

O locutor Galvão Bueno reagiu com indiferença, ontem, na África do Sul, ao saber que está em primeiro lugar nos Trending Topics mundiais, tópicos mais comentados no Twitter. Explica-se: é que muita gente digitou a mesma frase. Adivinhe qual? “Cala boca, Galvão!” Esta expressão está há cinco dias na tal lista e foi parar até no jornal espanhol “El País”.

- Não tenho a menor ideia do que seja isso (trending topics). Não tenho nada pra falar. Estou que nem os jogadores: focado na estreia do Brasil amanhã (hoje). Não tenho Twitter, e estou na Copa trabalhando. E não quero mais dar entrevista“, disparou o locutor para a coluna.

A expressão começou a pipocar na rede durante a cerimônia de abertura da Copa. O número de ”tuitadas“ atraiu a curiosidade dos estrangeiros, que perguntavam o que queria dizer a frase. Para induzir os gringos a ”retuitarem“, os brasileiros criaram versões falsas para explicar o tema. Foi criado até um vídeoclipe que em pouco tempo no YouTube alcançou mais de 50.000 acessos.

Artistas como Luciano Huck e Bruno Gagliasso começaram uma mobilização em defesa do locutor no microblog. ”Free Galvão”, escreveu Luciano Huck, sendo retuitado por diversos seguidores. Já o ator de “Passione” postou duas vezes a frase ”Fala Galvão“.

Mas houve gente que aproveitou o episódio para tirar sarro de Galvão. O escritor Paulo Coelho, que mora na Inglaterra, escreveu em seu Twitter: ”Cala Boca Galvão é a versão brasileira do remédio homeopata Silentium Galvanus”.“Cala Boca Galvão” virou uma grande febre na internet. Centenas de usuários se divertem com as mensagens sobre o jornalista.


Nenhum comentário:

Postar um comentário