Política, cultura e generalidades

sábado, 19 de junho de 2010

Câmara estudará medidas contra “PEC da Cachaça” do CQC

Os senhores deputados não tem mais nada importante para fazer.

Fonte: Congresso em Foco.

16/06/2010 - 15h23
Rodolfo Torres

O primeiro vice-presidente da
Câmara, Marco Maia (PT-RS), vai analisar medidas contra um quadro do programa humorístico Custe o Que Custar (TV Bandeirantes), que exibiu na segunda-feira passada (14) deputados assinando uma hipotética proposta de emenda à Constituição (PEC) para incluir a cachaça na cesta básica do brasileiro.



O petista gaúcho solicitará uma análise da assessoria jurídica da Casa para garantir dois princípios: o da liberdade de imprensa e o direito do cidadão de autorizar, ou não, o uso de sua imagem por programas de TV.

A resposta de Maia veio após diversos deputados questionarem o quadro do programa da Bandeirantes. Um deles, foi o
peemedebista Nelson Trad (MS), que chegou a agredir a integrante da equipe do CQC, Mônica Iozzi.

A matéria foi feita a partir da contratação de uma jovem para colher assinaturas de deputados nos corredores da Câmara. A intenção do programa era mostrar que parlamentares assinavam projetos sem ao menos ler o seu conteúdo.

Depois de abordar diversos parlamentares que assinaram a proposição, a repórter os questionava sobre o teor da matéria a ser apresentada. De acordo com a matéria televisiva, apenas um parlamentar, João Dado (
PDT-SP), se recusou a assinar a proposta por ler seu teor antes de subscrevê-la.

alessandrovert (18/06/2010 - 12h55)

Se forem constrangidos eles revelam a verdadeira personalidade feroz que tem. Depois de eleito mandam todos eleitores se fufu. É assustador

rikejuca (17/06/2010 - 21h06)

Engana-se o sr. Nelson Trad (MS) se acha que sua imagem não é pública. Como "representante" do MS, deveria ter uma postura mais ao nível do cidadão brasileiro. Envergonha o povo, e deve ser escurraçado da casa. O CQC com essas matérias vai onde o jornalismo brasileiro jamais esteve e mostra a mediocridade dos representantes do Brasil. Viva a liberdade de imprensa e fora com essas bestas políticas!

luis porcellis (17/06/2010 - 19h44)

deveria a mesa da camara procurar uma forma de ponir era este bando de disinformado que deveria ser PUNIDO "valeu CQC

Sabiá (17/06/2010 - 17h16)

Na realidade, o Brasil está navegando numa grande marola sem rumo nem direção. Estamos numa desordem. Parabéns ao CQC.

Artur (17/06/2010 - 13h17)

Todo apoio ao CQC. Nenhum programa tem esta coragem. É uma sátira inteligente e que pega estes políticos trapaceiros de supetão. Eles ficam sem respostas para tanta desonestidade. Dá-lhe CQC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário