Política, cultura e generalidades

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Só falta os esquerdistas incendiarem livrarias

Se a Inquisição e o regime nazista fizeram fogueiras de livros, o sonho de muitos esquerdistas deve ser não queimar livros, e sim queimar livrarias (de preferência com livros, funcionários e clientes dentro).

Como o Blog do Cappacete, que está sendo incluído na heterogênea lista de blogs da nossa barra lateral. Ontem o blog soltou a seguinte pérola:

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Livraria Cultura apoia a (extrema) DIREITA!

Outro dia fui a
Livraria Cultura da Avenida Paulista, uma mega store. Logo na entrada, há uma imensa mesa repleta de livros anticomunistas, tem pra todos os gostos. O Livro Negro do Comunismo, o besteirol sem fim de títulos sobre a Segunda Guerra Mundial, sempre apontando os EUA e Churchill como vencedores do conflito, e igualando Hitler a Stalin; Demétrio Magnoli (of course), Marcelo Tas, Reinaldo Azevedo e demais aberrações. Só faltou o Mein Kampf, cujo autor, lá do inferno, certamente está torcendo pelo Zé Nosferatu.

Email do professor Caio Toledo, da Unicamp.

Colegas,

a Livraria Cultura é um dos principais anunciantes do blog ultra-direitista "Mídia sem Máscara", criado e dirigido pelo jornalista Olavo de Carvalho.
http://www.midiasemmascara.org/home/quem-somos.html

Hoje, comprar livros, Dvd´s, Cd´s etc na Livraria Cultura significa concretamente apoiar um blog que difunde concepções antidemocráticas e reacionárias.

PS: uma pequena amostra (odiosa) do que o jornalista escreve em seu blog:

"Os trezentos esquerdistas mortos após o endurecimento repressivo com que os militares responderam à reação terrorista da esquerda, em 1968, representam uma taxa de violência bem modesta (...) Tendo em vista o preço modesto que esta nação pagou, em vidas humanas, para a eliminação daquele mal e a conquista deste bem, não estaria na hora de repensar a Revolução de 1964 e remover a pesada crosta de slogans pejorativos que ainda encobre a sua realidade histórica?"

http://www.olavodecarvalho.org/semana/1964.htm

Gente, eu tive o prazer de conhecer uma filial dessa Livraria Cultura em novembro passado. Infelizmente, ela não criou nenhuma filial no Rio de Janeiro (discriminação contra o Rio? Eles tem filiais em São Paulo, Campinas, Recife, Brasília e Porto Alegre), de modo que só fui conhecer a Cultura quando estive em São Paulo e fiz umas compras na filial do famoso Conjunto Nacional, na Avenida Paulista. Essa mesma que o outro blogueiro visitou. Comprei o CD Reverso, do The Flanders (que nenhuma loja do Rio vende), um DVD do filme A Mosca 2 (que não achava no Rio nem a pau) e um exemplar do livro Honoráveis Bandidos - Um retrato do Brasil na era Sarney, de Palmério Dória. Aliás, os esquerdistas devem ter raiva de todas as livrarias que vendem esse livro. Afinal, como disse Lula, José Sarney não é uma pessoa comum, e como tal deve ser preservado de livros satíricos ou críticos.

Os esquerdistas querem o quê? Que a Cultura boicote os livros direitistas, como as livrarias do Maranhão boicotaram o livro sobre o queridinho Sarney?

Vi um monte de obras esquerdistas na Cultura, bem como um monte de DVDs desse cinema nacional majoritariamente esquerdista, que não sobrevive sem uma boa verba estatal, ainda que via dedução de Imposto de Renda de patrocinadores privados. Lamento que o outro blogueiro tenha se "esquecido" de procurar essas obras, mais ao gosto dele.

Se querem boicotar a Livraria Cultura só porque ela patrocina um portal dos estrupícios dos guetos da direita e vende livros desagradáveis, vão em frente. Mas não peçam apoio deste blog. Aqui não boicotamos livrarias. Preferimos boicotar políticos. Como aquelas viúvas de 1964 e também os carinhas (e as carinhas) que queriam trocar aquela ditadura por outra. Como alguns ex-exilados, ex-assaltantes de banco, ex-guerrilheiros...

Dentro do espírito crítico e satírico deste blog, manterei o Blog do Cappacete e o Mídia Sem Máscara juntinhos na lista de blogs da barra lateral.

E não descarto fazer novas compras na livraria. Seja online ou na própria, se voltar a Sampa um dia.

2 comentários:

  1. Luis Alberto Pereira22 de abril de 2010 14:38

    Falar o que para o tal professor da Unicamp, heim ?
    Ademais, fico muito feliz, se de fato for verdade, que a Livraria Cultura faz propaganda da direita, deve ser por que as pessoas lá sabem ler e raciocinar.

    ResponderExcluir
  2. Estou consigo Marcelo. Eles so veem o lado que lhes convem. E uma cambada de imbecis que estao se julgando superiores aos outros so porque vivem dos favores do poder. Ah mas isso acaba, viu? E nao tem replay, nao para voces vermelhos!

    ResponderExcluir