Política, cultura e generalidades

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Lula não falou de preconceito contra a mulher

... na eleição de 2006, quando foi lançada a candidatura presidencial de Heloísa Helena (PSOL).

Fonte: JB.

Eleição: "Temos obrigação de fazer com que projeto continue", diz Lula

Claudia Andrade, Portal Terra

BRASÍLIA - Em discurso na noite desta quinta-feira, durante evento do PCdoB para anúncio do apoio à campanha de Dilma Rousseff à sucessão presidencial, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um chamado à continuidade. "Temos a obrigação de fazer com que o projeto que recuperou esse país continue para que a gente possa fazer mais e melhor durante muito mais tempo neste país", disse o presidente, depois de fazer um alerta ao público e a si próprio: "Tenho que tomar cuidado com as minhas palavras, porque sou presidente da República, de vez em quando sou multado, preciso medir minhas palavras aqui, falar sem citar nomes".

Lula foi multado pelo Tribunal Superior Eleitoral duas vezes nas últimas semanas. A primeira multa, no valor de R$ 5 mil, já teve recurso rejeitado. A segunda multa foi de R$ 10 mil. Em ambos os casos, o tribunal entendeu que Lula fez campanha antecipada para Dilma em eventos públicos.

Ao falar para os militantes do PCdoB, o presidente não poupou elogios à ex-ministra-chefe da Casa Civil. Disse que Dilma Rousseff é uma mulher "que é motivo de orgulho para todos os 190 milhões de brasileiros". "Tive a oportunidade de trabalhar com ela oito anos e posso dizer que, se eu conhecesse ela como eu conheço hoje, eu não teria sido presidente da República, porque teria indicado ela para ser no meu lugar", afirmou.

O presidente falou sobre o preconceito contra a mulher e disse que é preciso vencê-lo. "Muita gente fala bem de mulher, mas quando chega a hora de disputar os espaços políticos que tradicionalmente foi dos homens, as pessoas começam a ficar preconceituosas. Temos uma tarefa de quebrar os preconceitos ainda existente no mundo contra a mulher ocupar os cargos tradicionalmente destinados aos homens", disse.

Lula brincou, dizendo que o PCdoB, que o acompanhou em várias candidaturas, agora vai apoiar uma candidata "muito mais bonita e simpática que ele". Afirmou também que Dilma terá orgulho de ser a candidata do governo. "Você vai ser uma candidata que vai ter muito orgulho do governo que você participou, porque não existe coisa mais extraordinária que a mudança de paradigma que fizemos nesse país", afirmou.

22:16 - 08/04/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário