Política, cultura e generalidades

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Igrejola para o Rio (literalmente) e Prefeitura pede desculpas


O que esta cidade deveria fazer com Eduardo Paes e aqueles falsos bispos?

Fonte: O Globo.

Culto da Igreja Universal em Botafogo reúne 1 milhão de pessoas e para o trânsito no Rio

Publicada em 21/04/2010 às 18h58m
O Globo e
CBN

RIO - Em nota divulgada no fim da tarde desta quarta-feira, a Prefeitura do Rio pediu desculpas à cidade pelo caos no trânsito durante o evento da Igreja Universal na Enseada de Botafogo. No comunicado, a prefeitura promete não voltar a autorizar eventos deste tipo. Segundo informou o o comandante do 2º BPM, tenente-coronel Antônio Carbalo Blanco, o culto reúne 1 milhão de pessoas, embora a previsão inicial fosse de apenas cem mil.

"Não dimensionamos corretamente o evento, por termos sido informados pelos organizadores que a quantidade de ônibus para levar os assistentes ao show seria menor", diz a nota da prefeitura.

Até o fim da tarde, nenhuma ocorrência policial havia sido registrada, e o comandante Antônio Carbalo disse esperar que nada venha a ocorrer, pois as consequências seriam imprevisíveis.

O evento começou às 15h e deve ir até as 19h, mas desde cedo o trânsito deu um nó. O movimento de chegada de fiéis congestionou as principais vias de acesso à Zona Sul, como Praia do Flamengo e túneis Rebouças e Santa Bárbara. Os ônibus que traziam os fiéis estacionaram nas ruas que davam acesso ao evento. A Praia de Botafogo parou, causando reflexos no Centro da cidade. Ônibus lotaram a Avenida Antônio Carlos.

Às 19h, permanecia intenso o fluxo de veículos no Túnel Rebouças sentido Lagoa e no Túnel Santa Bárbara sentido Botafogo. A Rua Voluntários da Pátria também segue com fluxo lento. A avenida Borges de Medeiros, na Lagoa, também está congestionada tanto para quem segue em direção ao Túnel Zuzu Angel como para quem vai ao Centro da cidade.

Motoristas perderam muito tempo no acessos aos túneis Rebouças e Santa Bárbara, no Centro. Passageiros de ônibus que seguiam pelo Santa Bárbara desceram dos veículos e atravessaram o túnel a pé. O metrô era a melhor opção para quem desejava chegar à Zona Sul.

Em Botafogo, o trânsito é bastante lento nas ruas Pinheiro Machado, Muniz Barreto, Voluntários da Pátria e Humaitá. A Avenida Presidente Vargas, pista lateral sentido Candelária na Cidade Nova, e Avenida Rio Branco também apresentam congestionamento.

Muitos ônibus foram fretados para levar os fiéis ao evento. De acordo com a Cet-Rio, eram esperados 1.500 coletivos. Um deles enguiçou no Elevado da Perimetral, o que prejudicou ainda mais o fluxo de veículos na via. Muitos motoristas abandonaram os carros porque o trânsito simplesmente não andava.

Embora o evento estivesse programado há dias, não houve guardas municipais nos cruzamentos ou qualquer esquema para evitar os engarrafamentos. A autoestrada Lagoa-Barra, que também apresentou trânsito intenso, foi uma das poucas vias em que era possível ver agentes de trânsito. A Avenida Epitácio Pessoa também foi afetada.

O Dia da Decisão (DIA D) é organizado pela Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em 26 estados e Brasília. O engarrafamento com os ônibus dos fiéis começou por volta das 11h, quando moristas já enfrentavam retenção nas praias do Flamengo e Botafogo. No início da semana, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio) fez um apelo para que os motoristas evitem trafegar pelos arredores da Enseada de Botafogo que está interditada desde o meio-dia. O Aterro do Flamengo também foi fechado no feriado para área de lazer.

O evento está previsto para acabar às 21h, quando o Aterro e a enseada de Botafogo deverão ser liberados ao trânsito. A abertura, porém, pode ser adiada, se os coletivos ainda não tiverem deixado o local.

Um comentário:

  1. "O que esta cidade deveria fazer com Eduardo Paes e aqueles falsos bispos?"

    Respondendo a esta pergunta eu sou favorável ao empalamento em praça pública destes vermes cretinos e desse prefeito peaspalho.

    ResponderExcluir