Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 29 de março de 2010

Sai o nome do maior adversário do bispo Crivella e de Cesar Maia


Só estão aparecendo tranqueiras nessa corrida pelo Senado no Rio de Janeiro.

Fonte: O Globo.

Lindberg Farias vence Benedita nas prévias do PT para escolha do candidato ao Senado

Publicada em 28/03/2010 às 21h59m
Cássio Bruno

RIO - O prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Farias, foi declarado vencedor das prévias do PT do Rio para escolher o candidato do partido a uma vaga no Senado. O prefeito derrotou a secretária estadual de Assistência Social Benedita da Silva.

O resultado foi anunciado na noite deste domingo pelo presidente do diretório regional do partido, deputado federal Luiz Sérgio.

Até as 21h30m, dos 27.636 votos (99,9% do total), 18.546 (67,1%) foram para Lindberg. A secretária estadual de Assistência Social e de Direitos Humanos, Benedita da Silva, naquele horário, tinha 9.090 (32,9%). As parciais indicavam ainda 78 votos em branco e 73 nulos.

- Eu não esperava a diferença tão grande, o resultado surpreendeu - disse o prefeito de Nova Iguaçu ao saber do resultado.

Já ao votar, por volta de 11h30m, no Esporte Clube Iguaçu, o prefeito se mostrava otimista com a vitória, e esperava ter 60% dos votos. Segundo Lindberg, o partido saiu desgastado após seis meses de luta interna. Ele acredita que, com isso, o partido deixou de fortalecer a candidatura da ministra Dilma Rousseff, pré-candidata a presidente, no Rio.

- Foi um processo longo e desgastante - disse o prefeito, que participa nesta segunda-feira do lançamento do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC-2), carro-chefe da campanha de Dilma, em Brasília.

Pela manhã, Benedita, que votou por volta de 9h, no Chapéu Mangueira, negou que o partido vá sair dividido da disputa.

- Tivemos a oportunidade de fazer a discussão na base com o partido. E diante disso, o PT está refletindo para votar hoje. Nunca houve divisão no estado do Rio por conta de prévia. Isso eu sei por estar participando da quarta, sempre foi assim e é muito bom - declarou.

Segundo ela, sua prioridade é a campanha de Dilma, e a reeleição do governador Sérgio Cabral (PMDB). Benedita disse ainda que não abriu mão da indicação porque já está há oito anos tentando uma legenda para o Senado. Ela lembrou que, em 2002, teve que renunciar para reforçar o palanque de Lula no estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário