Política, cultura e generalidades

quinta-feira, 18 de março de 2010

Fotos exclusivas da manifestação em defesa do Rio

Eu também fui ontem na manifestação Contra a covardia em defesa do Rio, na Avenida Rio Branco, entre a Igreja da Candelária e a Cinelândia. Os milhares de manifestantes presentes defendem a permanência no Estado do Rio dos royalties do petróleo produzido no Estado, ameaçados pela Emenda Ibsen, em tramitação no Senado.

Ali a população do Estado do Rio deixou momentaneamente suas diferenças de ideologia, partidos, credos, culturas, instrução, renda e outras, para defenderem uma causa justa e constitucional em benefício de todo o Estado, indistintamente.

Fiquei presente do início da manifestação até a chegada à Cinelândia, onde realmente não poderia ficar até o fim. Já estava encharcado pelo temporal que caía na cidade às 17:30, e eu também não estava muito a fim de curtir os pagodeiros, os funqueiros e outros jabazeiros que fizeram apresentações no palco da Cinelândia. Embora eu defenda o direito deles de também serem bem vindos na boa causa.

Fica aqui uma seção de fotos exclusivas da manifestação. Exclusivas por enquanto, porque sei que elas logo logo cairão na rede. Poderiam pelo menos dizer que fui eu que tirei...

Temos aqui uma foto da chuva de papel picado sobre a Av. Rio Branco, o deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ) concedendo entrevista e um cartaz de apelo ao presidente Lula. Mas será que o homem atenderá???


Petroleiros que defendem uma Petrobrás 100% estatal, sem ser empresa de economia mista.


Cartaz da Juventude do PSDB critica presidente Lula.


Marcello Alencar comparece, mesmo doente e em cadeira de rodas. E ainda fez discurso.


Visão geral, com manifestantes de Macaé em primeiro plano.


Ritmistas em ação.


Manifestantes uniformizados.


Jovens na manifestação.


Cartaz da Associação de Procuradores do Estado do Rio de Janeiro.


Cadeirantes formam uma fila única horizontal que toma toda a pista da Av. Rio Branco.


Manifestantes do trio elétrico do Movimento de Combate à Intolerância Religiosa.


Bandeiras vermelhas dos partidos de esquerda, a maioria do PC do B.


Manifestantes agitam bandeiras plásticas do Estado do Rio de Janeiro.


A Mão Grande que não rouba. É contra a covardia.


Boneco do deputado federal Ibsen Pinheiro (PMDB-RS).


Manifestantes do Movimento Diárias Nunca Mais.


Trio elétrico alugado pelo Governo do Estado.


Cartaz do Sindicato dos Garçons.


Outro boneco do deputado Ibsen Pinheiro.


Multidão e congestionamento de trios elétricos na Candelária.


Chuva de papel picado na Av. Rio Branco.





O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) concede entrevista.















P.S: Reduzi a visualização da maioria das fotos, para elas caberem no blog. No entanto, é possível ve-las em tamanho maior clicando sobre elas.

Reportagens nos jornais cariocas:

O Globo
O Dia
Jornal do Brasil
Extra

2 comentários:

  1. É obvio que foi um movimento a principio chapa branca. Mas não tira o mérito dos presentes em brigar por um direito do estado do Rio.

    Na história recente do estado é um fato raro ver de um modo geral cariocas e fluminenses de diferentes ideias mobilizados em prol de sua terra. Geralmente o povo só mobiliza a sair de casa para ver show de graça na praia.

    Claro que eu não esperava ver milhões nas ruas. Mas é um começo.

    ResponderExcluir
  2. OLÁ MARCELO.
    BEM QUE ESSE POVO PODERIA SE MANIFESTAR CONTRA A QUADRILHA QUE ROUBA O DINHEIRO DESSE MESMO POVO.
    BELA MATÉRIA. FOI A MAIS COMPLETA.
    ABS DO BETOCRITICA.

    ResponderExcluir