Política, cultura e generalidades

sexta-feira, 19 de março de 2010

Aniversário de José Serra aos 45 minutos do 2º tempo


45? Isso tem a ver com o PSDB.

Me lembraram agora há pouco que o governador José Serra está completando hoje 68 anos. Exatamente hoje, dia de São José.

Ih, outro número cabalístico! 68 lembra 1968, o ano do famigerado AI-5.

Eu realmente sou péssimo para guardar aniversários. Só costumo lembrar de aniversários de parentes e amigos com quem convivo diariamente. Para outros amigos, muitas vezes só o Orkut me lembra do aniversário deles. Aniversários de políticos, então... Esses até faço questão de esquecer.

Já que provocaram, não tenho nada contra a pessoa física José Serra. Quero mais que ele tenha saúde e vida longa. Assim como a qualquer pessoa, político ou não.

Agora, francamente, eu sou bem pé atrás com o político José Serra. O homem cismou de se candidatar à Presidência da República outra vez, como em 2002. Só que agora ele tem chance de vitória.

José Serra é um grande exemplo do que podemos chamar de político venda casada. Ele tem muitos méritos e muitos deméritos. Se você resolve acolhe-lo como seu representante e resolve lhe dar votos pelas suas qualidades, tem que levar junto um monte de tranqueiras.

No caso de José Serra, muitos de seus méritos se devem mais a não ter a maioria dos deméritos dos adversários do que por qualidades próprias.

De um tucano você não pode esperar sensibilidade social, não pode esperar que ele rejeite apoio da direita (do DEM ao PMDB), não pode esperar que ele tenha zelo pelo patrimônio ou pelo serviço público. É este o perfil do possível futuro Presidente da República.

Agora, daquele que o derrotou em 2002 eu esperava que tivesse sensibilidade social, que não tivesse apoio da direita e que tivesse zelo pelo patrimônio público. O que se viu foi a permanência de milhares de necessitados pelas ruas, a aliança com o PMDB e outros partidos de aluguel e a transformação do Estado em patrimônio pessoal do Partido. Portanto, quem vota em candidatos do PT está comprando uma coisa e levando outra.

Já quem vota em candidatos do PSDB já sabe exatamente o que está levando. E tem a garantia de que não sairá decepcionado, pois é impossível se decepcionar com quem não gera expectativas positivas. Com um candidato tucano, temos a vantagem de rejeitar o Governo e seu viés autoritário. Mas temos que levar aquele monte de deméritos. É venda casada mesmo.

É saudável rejeitar o projeto de poder do PT. Mas a que custo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário